Keep calm! Presidente da Liesa pede cautela com altura das alegorias

Por Rafael Arantes

Quem circula pelos barracões da Cidade do Samba, no Centro do Rio, já percebe o evidente crescimento no tamanho das alegorias para o Carnaval 2016. A novidade é obra da tão comentada torre de TV, demolida em julho deste ano, e que já atrapalhou em diferentes oportunidades a passagem de carros alegóricos pela Marquês de Sapucaí. A nova estrutura será móvel, com 12 metros de altura – 2,25 metros a mais que a antiga -, permitindo que as alegorias tenham esculturas ainda mais altas.

Os carros vão crescer, mas o presidente da Liesa, a Liga Independente das Escolas de Samba, instituição que rege o Grupo Especial, pede cautela aos carnavalescos na hora da criação: Jorge Castanheira não quer que abusem do tamanho e vejam seus trabalhos afetados. O viaduto existente no lado das escolas que se concentrarão na Presidente Vargas ao lado do “Balança Mas Não Cai” e o trajeto de retorno das alegorias pela dispersão são o principal alvo de alerta do dirigente.

Presidente da Liesa, Jorge Castanheira pede cautela com tamanho das alegorias para 2016 | Foto: Divulgação Liesa
Presidente da Liesa, Jorge Castanheira pede cautela com tamanho das alegorias para 2016 | Foto: Divulgação/Liesa

– As escolas precisam usar o bom senso. Continuamos tendo a limitação no viaduto, então é preciso se precaver para evitar qualquer problema. Sabemos que a tendência é que apareçam alegorias maiores, mais volumosas, mas esperamos que todos lembrem que é preciso também saber da altura da torre provisória e até mesmo dos caminhos da dispersão – aconselha Castanheira.

Assim como a Portela em 2015, escolas vão apostar em alegorias mais altas no Carnaval | Foto: Riotur
Assim como a Portela em 2015, escolas vão apostar em alegorias mais altas no Carnaval | Foto: Riotur

Com a ampliação do limite de altura das alegorias, o sonho dos carnavalescos vai virar realidade. O Carnaval 2016 vai contar com carros ainda maiores, o que deixa empolgados muitos artistas da festa, como Helcio Paim, integrante da comissão de carnaval da Unidos da Tijuca.

– Temos a possibilidade de fazer alegorias maiores e é claro que quero aproveitar isso. Enquanto a antiga torre tinha cerca de 9m, agora podemos chegar até 12m de altura. Como eu sou o responsável pela elaboração dos carros aqui, conheço bem minha equipe e sei como lidar com isso. Não teremos nenhum tipo de problema quanto a isso – garante Helcio, que é tricampeão do Carnaval carioca pela Unidos da Tijuca.

"Os meninos são os meus maiores protetores", revela Annik, se referindo aos seus parceiros de comissão: Mauro Quintaes, Hélcio Paim e Marcus Paulo. Na foto, ao lado de Annik, também aparece o pesquisador de enredos, Marcos Roza, que atualmente presta serviços à Unidos da Tijuca - Foto: Reprodução/Facebook
Comissão da Tijuca festeja! Especialista nas ferragens, o integrante do time de carnavalescos da escola do Borel, Helcio Paim, gostou da torre mais alta, que vai possibilitar maior liberdade para a criação de carros mais avantajados | Foto: Reprodução/Facebook

Mangueira não quer repetir vacilos e está atenta para tirar proveito das mudanças

Vítima da antiga torre por duas vezes, quando viu seus carros se chocarem com a estrutura em carnavais seguidos (2013 e 2014), a Mangueira também vai para a Sapucaí com alegorias mais volumosas. O diretor de Carnaval Junior Schall não quer de maneira alguma repetir os entrechoques, mas a ideia é dar todas as condições para o carnavalesco da verde e rosa, Leandro Vieira, usar todos os limites possíveis.

– Já tivemos duas fatalidades de bater na antiga torre e temos que corrigir qualquer tipo de erro quanto a isso. Com a torre maior sabemos que o aumento acaba sendo natural, mas, ao mesmo tempo, pontual. Temos toda uma estratégia pensada para as alegorias passarem tranquilamente pela Passarela. A Mangueira se concentrará no lado do “Balança Mas Não Cai”, e temos uma preocupação a mais pelo tamanho do viaduto. Estamos, sim, investindo para aumentar a proporção do nosso carnaval, atendendo às necessidades do trabalho do Leandro, mas com consciência das escalas de possibilidade – pontua Júnior.

Mangueira 2013

Mangueira já viu seus carros se chocarem com a antiga torre de tv em duas vezes | Foto: Reprodução Tv Globo
A Mangueira viu seus carros se chocarem com a antiga torre de TV em dois carnavais seguidos; 2013 e 2014 | Foto: Reprodução/TV Globo

Mocidade estará mais grandiosa

Rômulo Ramos, diretor de carnaval da Mocidade, também garante sua escola grandiosa em 2016. A verde e branco vai investir em novas tecnologias para apresentar alegorias marcantes na Avenida. No entanto, ele espera não extrapolar no tamanho.

– A Mocidade também está no carnaval moderno, vamos mostrar carros com movimentos pra cima, pros lados, mas sempre atentos aos novos padrões de limites. Existe um regulamento e ele tem que ser cumprido. Tem quem não respeite até mesmo o viaduto que está ali bem antes da construção do Sambódromo, e isso é culpa das escolas de samba que deixam seus carnavalescos viajarem. Muita gente esquece que até o acesso à Avenida, que agora é o túnel da Binário, na Zona Portuária, vem provocando problemas com vários carros. É preciso ter cautela também – comenta Rômulo.

Antiga torre de Tv foi demolida em julho de 2015 e será substituída por estrutura provisória | Foto: Reprodução Globo
Antiga torre de TV foi demolida em julho de 2015, e será substituída por estrutura provisória | Foto: Reprodução/TV Globo