Puxador! Falconi repete cena do pai, Marcos Falcon, e canta na Portela

Por João Paulo Saconi, Luiz Felippe Reis e Rafael Arantes

De tão apaixonado pela Portela, o presidente Marcos Falcon fazia de tudo na azul e branco. Das funções administrativas mais complexas até os momentos mais descontraídos na quadra. Há quase um ano, em novembro de 2015, abraçado com o então presidente Serginho Procópio, Falcon pegou o microfone e cantou, durante 30 minutos, o samba oficial da escola para o desfile que viria, numa dobradinha bem inusitada.

Nesta sexta-feira, 14, durante a final de samba portelense rumo ao Carnaval 2017, foi inevitável lembrar do dirigente, que morreu há menos de um mês, quando Marcos Falconi, um dos filhos de Falcon, resolveu cantar em conjunto com o intérprete oficial da azul e branco, Gilsinho, e outros integrantes do carro de som. O jovem de 22 anos ficou no palco praticamente durante toda a noite e , enquanto cantava, mostrou domínio das letras de alguns sambas históricos da maior campeã da festa.

Falconi quer dar sequência ao trabalho deixado pelo pai na Portela | Foto: Irapuã Jeferson
Falconi repete cena do pai, Marcos Falcon, e cantou na quadra da Portela | Foto: Irapuã Jeferson

O novo diretor portelense promete dar continuidade à gestão do pai ao lado do atual presidente, Luis Carlos Magalhães, e garante não poupar forças para honrar o tão elogiado trabalho do pai à frente da azul e branco:

– O sentimento que eu tenho é único de tentar superar isso da melhor maneira possível e tentar fazer toda essa dor e essa saudade se transformar em força. Ele era um cara com muitos sonhos, mas também com muita estabilidade emocional e assim ele conseguiu deixar a escola muito bem encaminhada, deixou tudo preparado para que a gente desse continuidade. O meu maior desejo aqui é dar sequência a tudo que ele começou.

Falconi quer dar sequência ao trabalho feito pelo pai na Portela | Foto: Irapuã Jeferson
Falconi quer dar sequência ao trabalho feito pelo pai na Portela | Foto: Irapuã Jeferson

Fiel companheiro de Falcon em quase todos os compromissos da gestão portelense, Falconi foi um verdadeiro aprendiz dos passos do pai. Dos ensinamentos deixados, o herdeiro prefere escolher uma das qualidades de Falcon para embalar a sequência do trabalho na escola.

– De tudo que eu aprendi com ele, a determinação foi o que mais vai me inspirar daqui para frente – completou.

Falconi ainda participou de uma cerimônia de apresentação e premiação do novo presidente da Portela, Luis Carlos Magalhães. Sem alongar o discurso, o herdeiro de Marcos Falcon deu um abraço no novo comandante portelense, deixando evidente o momento de união após a morte de Falcon, que chocou os portelenses no fim do mês passado.