Por Redação

Terminado o Carnaval, e todas as escolas de samba, menos a grande campeã, querem saber: “Onde foi que eu errei?”.

Com as justificativas dos jurados, divulgadas normalmente de quatro a cinco semanas após a Quarta-feira de Cinzas, a planta é dada, e então as diretorias começam a se mexer pra modificar ou pelo menos apurar o desenvolvimento de cada quesito afetado no desfile que passou.

portela-sambaenredo-capa
Foto: Michele Iassanori

Para os donos das notas 40, os elogios e louros da perfeição até a próxima festa. Para os mau aventurados na temporada, a corneta soa em tom de crítica, muitas vezes feroz e injusta.

De olho nas avaliações dos jurados da Liesa, a Liga Independente das Escolas de Samba, que é quem rege o Grupo Especial, o Sambarazzo quis saber quem está melhor em cada um dos quesito nos últimos cinco anos. E nesta segunda-feira, 4, começamos a série de apuração com a alma das agremiações, o Samba-Enredo, que ano após ano embasa o espetáculo visual e emoldura a história apresentada na Passarela.

Sem dar chance às adversárias de 2012 pra cá, a Portela simplesmente não deixou um décimo pra trás na caneta de algum jurado. Todas as 20 notas dadas à azul e branco foram máximas. No placar geral, 1,2 ponto de frente sobre a segunda colocada. É ou não é a Majestade do Samba?

gilsinho

Wantuir Oliveira
Na Avenida, Gilsinho e Wantuir fizeram uma parceria capaz de elevar o samba-enredo de 2016 da Portela como um dos melhores do ano – Fotos: Michele Iassanori

Os enredos “Fama” e “Cuiabá – um paraíso no centro da América”, ambos em 2013, não fizeram tão bem ao Salgueiro e à Mangueira no quesito. Foi naquela temporada que as duas escolas da Zona Norte carioca não tiveram uma nota dez sequer. Mas, de três anos pra cá, a dupla se deu bem. A verde e rosa, por exemplo, nos últimos dois carnavais não sabe o que é uma avaliação menor que 10.

serginho do porto

 

ciganerey-capa-desfile
Os carros de som do Salgueiro e da Mangueira interpretaram dois sambões nota 40 neste ano – Fotos: Irapuã Jeferson e Rogério Domingues

Vila Isabel e Imperatriz receberam as boas energias africanas para ganhar notas 40. Em 2012, a azul e branco do bairro de Noel Rosa exaltou Angola e tirou onda com a mistura de Semba e Samba. E a verde e branco de Ramos, em 2015, aproveitou-se da liberdade, abriu as asas e voou para a avaliação máxima do júri.

Igor Sorriso frevo

Marquinhos intérprete oficial Imperatriz Carnaval 2016_Foto Michele Iassanori
Vila Isabel e Imperatriz contaram com ótimas notas no quesito Samba-Enredo em 2016, sob as vozes de Igor Sorriso e Marquinhos Art´Samba, respectivamente – Fotos: Rafael Arantes e Michele Iassanori

Beija-Flor, Tijuca, Mocidade, União da Ilha, Grande Rio e São Clemente, que completam o G-11 das escolas que se mantêm no Especial há pelo menos cinco anos, fecham o ranking.

Confira:

sambaenredo imagem

sambaenredo tabela
O ranking do Sambarazzo considerou todas as notas aferidas pelos jurados nos últimos cinco anos, declinando, portanto, dos descartes – Fonte: Site oficial da Liesa