Por Redação

A Justiça do Rio concedeu liminar nesta quarta-feira, 2, suspendendo a eleição para a presidência do Salgueiro, marcada para o próximo domingo, dia 6 de maio. O juiz Sergio Wajzenberg, titular da 2ª Vara Civel da Capital, concedeu liminar na ação ajuizada pelo candidato André Vaz, da chapa de oposição, que denunciou supostas irregularidades no processo eleitoral, entre elas o fato de que a atual presidente, Regina Celi, estaria concorrendo à reeleição pela terceira vez, o que seria proibido pelo estatuto da agremiação.

Até o momento, a chapa da situação não foi notificada sobre a decisão judicial, o que deve ocorrer nesta quinta-feira, 3. Por causa disso, a atual presidente da vermelho e branco ainda não se manifestou sobre o assunto. Entretanto, advogados da “Chapa 1”, de Regina Celi, deverão recorrer da decisão judicial.

“Defiro a liminar vindicada (tutela de urgência) para determinar (por ora) o sobrestamento do certame, notadamente a realização do ato citado para o dia 06/05/2018, que objetiva a eleição para a presidência, vice-presidente e dez membros transitórios do Conselho Deliberativo e cinco membros transitórios suplentes do Conselho Deliberativo, isto é, na data respectiva não se poderá levar a feito qualquer ato (administrativo) objetivando a realização do pleito nos termos do estatuto respectivo”, escreveu o juiz Sergio Wajzenberg.

Na ação, André também argumenta que vários sócios beneméritos estão impedidos de ser eleitos para o Conselho Deliberativo, por já integrarem o conselho como membros natos, além de denunciar a existência de uma lista de associados que já teriam morrido ou que constam no cadastro de eleitores com nome em duplicidade.

Quem é quem?

À frente da “Chapa 1”, que tem como jargão “A chama que não se apaga”, Regina Celi está no cargo desde 2009, quando assumiu a escola e foi campeã com o enredo “Tambor”. Desde então, ela comanda a vermelho e branco. Um dos argumentos usados por ela na tentativa de reeleição é o fato de ter tornado o Salgueiro competitivo. A escola é hoje a líder do ranking da Liesa, mesmo sem vencer desde 2009.

Já a “Chapa 2”, que usa os dizeres “Salgueiro minha paixão, minha raiz”, é liderado por André Vaz, que foi presidente de ala na escola. O candidato tem como proposta resgatar grandes nomes que compõem a história da agremiação. No lançamento da campanha, ele recebeu apoio da família de Mestre Louro, um dos mais importantes personagens da galeria salgueirense. André também tem no pleito o apoio de Quinho, ex-intérprete do Salgueiro, que se desligou da escola para tentar tirar Regina Celi do cargo de presidente na eleição de três anos atrás.

*Às 19 horas desta quinta-feira, 3, o Salgueiro enviou uma nota confirmando que a presidente Regina Celi irá entrar com um recurso para manter a candidatura e a eleição do dia 6.

*foto da capa: Montagem

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

19 + = 21