Por Redação

A porta-bandeira da Imperatriz Leopoldinense, Rafaela Theodoro, foi assaltada na noite desta quarta-feira, 7, após sair do ensaio na quadra da agremiação, por volta das 22h30. A dançarina já estava perto de casa, no bairro de Piedade, na Zona Norte do Rio, quando foi abordada pelos criminosos.

Rafaela teve o carro roubado após assalto perto de casa – Foto: Gabriel Monteiro/Riotur

Além do carro, uma Tucson prata de placa KXQ 2110, Rafaela teve diversos pertences roubados, como a carteira e o celular. Ela prestou queixa na 24ª DP (Piedade).

– Eu estava sozinha, saindo da quadra da Imperatriz após um ensaio funcional com a comissão de frente. Um cara, que aparentava ser menor, saiu de um Gol vermelho e apontou a arma pra mim. Estava chovendo muito, tinha muitas poças d’água, então parei pra esperar um carro passar, aí foi nessa hora – contou Rafaela ao Sambarazzo.

A porta-bandeira teve uma Tucson prata roubada, de placa KXQ 2110 I Foto: Reprodução/Internet

A porta-bandeira fez um relato do lamentável episódio nas redes sociais e pediu aos amigos e seguidores que compartilhassem a publicação.

Quem tiver qualquer informação sobre o crime pode entrar em contato no Disque-Denúncia, no (21) 2253-1177.

Mestre-sala foi sequestrado

Ano passado, Diogo Jesus, então mestre-sala da Mocidade, teve o carro roubado e ficou em poder de bandidos por cerca de 15 minutos. Os criminosos abordaram o sambista (atualmente do Império Serrano) em Rocha Miranda, também na Zona Norte da cidade, quando o dançarino levava o padrinho para a Av. Brasil. Na ação, três motoqueiros cercaram o carro de Diogo e anunciaram o assalto.

*Foto de capa: Gabriel Monteiro/Riotur

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

7 + 3 =