A sorte foi lançada! Em noite de festa, Grupo Especial define ordem de desfile

Por Redação

Na noite desta segunda-feira, 20, o Carnaval passou por mais uma etapa – recheada de ansiedade e expectativa – rumo aos desfiles do próximo ano. A sorte foi lançada, e as escolas já sabem exatamente em quais posições de desfile vão se apresentar em 2017.

13466030_1100487800011236_3760543645731175231_n

Como é de tradição, a Liesa, a Liga Independente das Escolas de Samba, organizou o evento na Cidade do Samba para convidados, cheios de curiosidade em descobrir a posição de cada agremiação em fevereiro próximo. Depois de pouco mais de duas horas para a acomodação plena dos presentes, o sorteio começou por volta das 22h30.

Com a mesa de apresentação formada por integrantes da Liesa e do poder público, a hora já pedia o início do girar dos globos para a definição de quem desfilaria no Domingo e na Segunda-feira de Carnaval. Com exceção de Tuiuti – Campeã do Acesso – e Ilha – 11ª colocada em 2016 -, que abrem as noites de festa, as 10 outras postulantes ao título do Grupo Especial enviaram seus representantes para a definição final.

IMG_5638 (Copy)
Se recuperando de uma cirurgia, a presidente do Salgueiro, Regina Celi, foi representada pela rainha de bateria Viviane Araújo – Foto: Irapuã Jeferson

Há um mês do evento, a Liesa já havia divulgado a separação por pares, tudo para equilibrar os dias de desfiles. Mangueira/Beija-Flor; Portela/Salgueiro; Tijuca/Imperatriz; Grande Rio/Mocidade; Vila Isabel/São Clemente. Para o sorteio, dentro de um globo havia 12 bolinhas numeradas de 1 a 12, e quem tirasse a maior teria a primazia de escolher se desfilaria no Domingo ou na Segunda. Todas as vitoriosas – Mangueira, Portela, Tijuca, Mocidade e São Clemente – optaram pelo segundo dia de apresentações. Sobrou a noite de abertura para Beija-Flor, Salgueiro, Imperatriz, Grande Rio e Vila Isabel.

sorteio liesa
Representantes das 12 escolas de samba no palco da Cidade do Samba – Foto: Irapuã Jeferson

Na sequência, era o momento de definir a ordem dentro dos dias estabelecidos. O mesmo compartimento para sortear as bolinhas, mas desta vez com números de 2 a 6. A Beija-Flor foi a primeira, e Gabriel David, herdeiro de Anísio – patrono da escola -, tirou o número 6, livrando a azul e branco da temida segunda posição de domingo. Representando a presidente do Salgueiro, Regina Celi, a rainha Viviane Araújo foi ao palco e tirou 5, colocando a “Academia” na reta final dos desfiles. A Imperatriz, de Luiz Pacheco Drumond, tirou 3. A Grande Rio, de Jayder Soares, tirou 2, pegando a colocação de desfile que ninguém queria. Por último, o novo presidente da Vila, Levi Júnior, tirou o número 4.

IMG_5629 (Copy)
Pouco antes de tirar a segunda posição de domingo, o presidente de honra da Grande Rio, Jayder Soares, deu um abraço no secretário de Turismo da cidade do Rio de Janeiro, Antonio Pedro Figueira de Melo – Foto: Irapuã Jeferson

Na segunda-feira, o presidente Chiquinho da Mangueira deu à verde e Rosa a posição 2. Fernando Horta, da Tijuca, sorteou o número 3. Ao lado de Marcos Falcon, o baluarte Monarco botou a Portela como quinta a desfilar. Renatinho, comandante da São Clemente, sorteou a bola 6, e o vice-presidente da Mocidade, Rodrigo Pacheco, ficou com o número 4.

IMG_5637 (Copy)
Por mais um ano, a apresentação foi do dono da voz mais aguardada da Quarta-feira de Cinzas, o apresentador Jorge Perlingeiro – Foto: Irapuã Jeferson

Após os cinco minutos regulamentares de papos e negociações, a Mangueira trocou de lugar com a São Clemente; e a Tijuca mudou de posto com a Mocidade.

Satisfeito por mais um ano de início de preparação para o Carnaval, o presidente da Liesa, Jorge Castanheira, valoriza o evento do sorteio da ordem de desfiles.

– É um suspense. As vezes um quer uma posição, outro quer outra. Tem quem queira ficar do lado dos correios, ou do lado do balança. Tudo isso faz o evento ser muito disputado. O mais importante é disputa saudável, e que as escolas possam apresentar grandes espetáculos na Avenida, esse é o nosso objetivo, esse é o nosso sonho e é por aí que a gente reza – disse Castanheira, presidente da Liga há nove anos.

13466030_1100487800011236_3760543645731175231_n