Por Redação

Era para o último domingo, 14, ter sido mais um entre os tantos momentos de alegria já sediados na quadra da Mangueira, na Zona Norte do Rio, umas das mais tradicionais da cidade. Mas a festa de aniversário de uma componente da escola, Gaia Morena, de 50 anos, transformou o “Palácio de Samba” numa espécie de locação de filme pornô.

O evento, que teve como slogan a frase “Bebeu, f%deu”, contou por exemplo com a participação de três gogoboys e uma stripper. Todos se apresentaram no palco da verde e rosa com fantasias que costumam ser símbolo de fetiche: teve médico, marinheiro, soldado… O elenco escalado protagonizou junto aos convidados cenas lamentáveis, muitas delas registradas em fotos e vídeos, que foram parar nas redes sociais.

Em nota divulgada nesta segunda-feira, 15, a direção da Estação Primeira de Mangueira repudiou a realização do que chamou de “festa pornográfica”, e informou que é um hábito da agremiação autorizar a utilização do espaço para eventos de 15 anos, casamentos, bodas e aniversários. No entanto, ressaltou que a instituição “jamais irá compactuar com esta falta de respeito ao solo sagrado e às cores de sua bandeira”.

Ainda segundo o texto, a temática da comemoração não teria sido informada previamente e a aniversariante, autora do pedido, seria desfilante de uma ala da comunidade da escola. Ao Sambarazzo, a Mangueira informou que expulsou Gaia Morena do quadro de componentes.

A reportagem apurou ainda que, em geral, o local é cedido gratuitamente para mangueirenses da comunidade. Apenas um pagamento de R$ 150, referente à taxa de limpeza, costuma ser cobrado dos que solicitam utilizar o espaço.

 

Gogoboys e strippers protagonizaram cenas pornográficas em festa de aniversário na quadra da Mangueira | Fotos: Reprodução/Facebook

Preservativos como lembrancinhas

Além das imagens em que dançarinos aparecem seminus enquanto simulam relações sexuais com mulheres e homens, os registros da festa saliente ainda revelam curiosidades sobre o cardápio e a decoração.

As imagens mostram um bolo ornamentado com bonecos de biscuit de um casal fazendo sexo em cima de uma cama com lençóis com estampa de oncinha (a mesma que foi utilizada nas toalhas de mesa). Bolos de chocolate com cobertura em formatos fálicos também estiveram entre as “gostosuras” servidas aos presentes. Preservativos masculinos e femininos, os mesmos distribuídos pelo sistema público de saúde, foram entregues a todos, como também apontam posts de amigos de Gaia Morena no Facebook.

Festa com temática pornô foi realizada na quadra da Mangueira com o slogan “Bebeu, f%deu” | Foto: Reprodução/Facebook

Escolha de samba aconteceu no sábado

O “niver pornô” aconteceu menos de 24h após a final de samba da Mangueira, que aconteceu na madrugada de domingo, 14. Na ocasião, a escola escolheu a obra da parceria do compositor Deivid Domênico como trilha sonora do enredo “História para ninar gente grande”, do carnavalesco Leandro Vieira. Os vídeos da celebração de Gaia Morena, aliás, mostram uma das faixas que torcedores de um dos três sambas finalistas fixaram acima do palco na última etapa do concurso.

Leia, na íntegra, o comunicado da Mangueira:

“A Estação Primeira de Mangueira lamenta profundamente que o Palácio do Samba, palco sagrado do samba e parte integrante de sua brilhante história na cultura brasileira tenha sido utilizado, indevidamente, para um evento pornográfico neste domingo (14).

A Mangueira abre tradicionalmente suas portas para atender a comunidade em festas de 15 anos, casamentos, bodas e aniversários e jamais irá compactuar com esta falta de respeito ao nosso solo sagrado e às cores de nossa bandeira.

No pedido de autorização por escrito para o evento, não constava ser este tipo de festa. Também não esperávamos esta atitude da responsável pelo evento, que desfila na Mangueira e faz parte de sua comunidade.

Informamos ainda que estaremos tomando todas as medidas jurídicas cabíveis contra este ato.”

ATENÇÃO! Imagens chocantes abaixo!

 

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

− 1 = 2