Barraco! Presidente do Império rebate madrinha de bateria afastada

Por Redação

Após Patricia Chélida usar suas redes sociais nesta quinta-feira, 27, para comunicar oficialmente que havia sido retirada por “motivos alheios” do posto de madrinha de bateria do Império Serrano, a presidente da escola, Vera Lucia, soltou o verbo e criticou o comportamento da ex-madrinha diante do afastamento da cobiçada função.

Segundo a dirigente, Chélida está se fazendo de vítima e o real motivo da saída da sambista foi a fantasia do Carnaval 2017. Vera afirma que Chélida não aceitou a roupa escolhida para o desfile e, “aos berros” na sala da presidente, se recusou a vestir o que a escola estava sugerindo.

aa
Acabou o amor! Após o desligamento de Patricia Chélida do Império Serrano, presidente da escola soltou o verbo através das redes sociais | Foto: Reprodução/Instagram

Madrinha exigiu fantasia no mesmo padrão da que a rainha Milena Nogueira vai usar 

A comandante da verde e branco, no mesmo texto publicado no Facebook, diz que Chélida forçava uma competição com Milena Nogueira, a rainha de bateria da verde e branco, e destaca que a madrinha queria usar no desfile uma roupa semelhante à fantasia que a mulher do cantor Diogo Nogueira vai cruzar a Sapucaí ano que vem.

aa
Presidente afirma que a madrinha Patricia Chélida se recusou a usar uma fantasia muito diferente da que a rainha de bateria Milena Nogueira vai vestir no desfile | Foto: Daniel Pinheiro/Ag News

Veja, na íntegra, tudo o que disse a presidente do Império Serrano

Foto: Reprodução/Facebook
Foto: Reprodução/Facebook