Por Redação

O cantor Dudu Nobre classificou de “justiça” a decisão do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) que obriga a publicitária Larissa Lage a pagar indenização ao artista e o empresário dele, Wellington Batista. Ao todo, ela terá que desembolsar R$ 40 mil por danos morais: R$ 25 mil ao artista e o restante para o agente do cantor.

Larissa foi processada por ter afirmado insistentemente nas redes sociais que não recebera o valor combinado pela produção de vídeos da campanha eleitoral a vereador do Rio, em 2016, quando Dudu tentava uma vaga na Câmara. Na época, as acusações de calote deram dor de cabeça ao sambista.

– Essa notícia mostra que a gente não estava errado. A campanha que ela fez na internet foi muito nociva. Foi muito prejudicial para a campanha que estávamos fazendo. Está sendo feita justiça – disse Dudu ao Sambarazzo.

Além de afirmar que o cantor não teria pagado o valor combinado pelos serviços, a produtora ainda fez uma “anticampanha”, pedindo para a população carioca não votar no cantor. De acordo com a sentença da juíza Ana Paula Pontes Cardoso, da 46ª Vara Cível do Rio, a publicitária não apresentou provas do contrato.

Fora da política

Apesar de convites para ser candidato nas eleições deste ano, Dudu Nobre avisa que, por enquanto, não quer se envolver no meio político novamente.

– Nunca pensei em fazer isso e acabei entrando pra política. Acho fascinante, mas não penso em militar de novo, não – concluiu o cantor.

*foto da capa:  Arquivo

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

+ 73 = 82