Cheio de críticas, desfile da São Clemente vai alfinetar TV Globo e BBB: ‘É uma menção de boa’, diz presidente

Por Ângelo Mathias

Tema constante de debates, a transmissão da TV Globo durante o Carnaval estará no desfile cheio de alfinetadas com o qual a São Clemente vai cruzar a Sapucaí este ano.

O carnavalesco Jorge Silveira adiantou o figurino de uma das alas da escola, que faz justamente referência à detentora dos direitos de transmissão da festa. O enredo “E o samba sambou…” faz diversas críticas aos problemas que afetam o carnaval. E uma delas mora no fato de a emissora alterar, como deseja, a programação do canal e da exibição dos desfiles no Sambódromo.

Nos últimos anos, as primeiras escolas de domingo e segunda geralmente não são transmitidas ao vivo aos telespectadores. No entanto, a Globo grava integralmente os desfiles de tais agremiações e os exibe após a passagem da última escola a ser mostrada em tempo real. Responsável por abrir a Segunda-feira de Carnaval, nesta temporada a São Clemente vai perder o espaço ao vivo para a 19ª edição do reality show “Big Brother Brasil”.

— A fantasia virá em um setor que faz referência à vaidade. A vaidade dos desfilantes, dos carnavalescos, dos destaques, que é citada no samba-enredo. Esse aspecto da vaidade faz com que todo mundo queira aparecer ‘na tela da TV no meio desse povo’, então todos fazem qualquer coisa a qualquer custo pra poder ter seus cinco minutos de fama — explicou o carnavalesco.

Fantasia foi batizada de “Toda poderosa”: “Alfinetada”, brinca artista

O carnavalesco Jorge Silveira justifica a alfinetada na Globo no fato de a TV não exibir o desfile da São Clemente ao vivo neste Carnaval – Foto: Reprodução/Facebook

Intitulada “Toda Poderosa”, a fantasia reúne as cores da logomarca do “Carnaval Globeleza” e, no acessório de cabeça, o desfilante vai carregar um olho em alusão às espiadas no “BBB” e à vontade de se expor de seus “brothers”.

— A fantasia tem uma alfinetada pelo fato de a Globo cortar a primeira escola de samba pra passar o reality show dela. Curiosamente, este ano é a São Clemente. É uma dupla referência: falamos da vaidade de quem usa o Carnaval pra aparecer e o aspecto da Globo, que por questões financeiras não passa o espetáculo integralmente ao vivo — justificou Jorge.

“Não tem menção maldosa”, frisa presidente

Atualmente, a Globo é a investidora mais potente dos desfiles das escolas de samba. A emissora injeta R$ 2,2 milhões nos cofres de cada agremiação, ajudando consideravelmente na manutenção do espetáculo, que a cada ano vem sofrendo com cortes de verbas públicas – o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (PRB) reduziu em 50% o apoio financeiro em 2018 e, este ano, cortou mais R$ 500 das integrantes do Grupo Especial carioca.

— Hoje, a Globo é a maior patrocinadora do carnaval, não tem uma menção maldosa, é uma menção de boa. Ela é a toda poderosa pra gente, todo mundo andou por causa da Globo – acrescentou Renato Almeida Gomes, o Renatinho, presidente da São Clemente.