Por João Paulo Saconi

A dois meses do Carnaval, os presidentes das escolas de samba do Rio de Janeiro já encaram a maratona de preparativos que antecede os desfiles e procuram, junto das equipes das agremiações cariocas que comandam, garantir o sucesso das apresentações e a alegria do público que lota a Marquês de Sapucaí.

Mas a agenda de cada um deles também tem espaço para a generosidade, para olhar um pouco o outro, e não só cuidar do sucesso pessoal e de suas escolas. Convidados pelo Sambarazzo, os mandachuvas das 12 escolas de samba do Grupo Especial carioca aproveitaram as festas de fim de ano para interromper as agendas atribuladas e ajudaram a garantir um Natal mais feliz para crianças de uma instituição de caridade de Saracuruna, bairro de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense.

Solidariedade! Presidentes do Grupo Especial do Rio interromperam a rotina de trabalho na Cidade do Samba, na Zona Portuária do Rio, para transformar o Natal de crianças de Saracuruna, na Baixada, a mais de 36km da “Fábrica de Sonhos” do Carnaval | Fotos: Irapuã Jeferson/Sambarazzo; Reprodução/Site da Cidade do Samba

Magia do Natal! Mestre de bateria da Grande Rio, Thiago Diogo se vestiu de Papai Noel

Cada dirigente adotou uma cartinha endereçada a Papai Noel e ajudou a atender toda a lista de presentes, que incluía pedidos como televisão, mesa de ping-pong, câmera fotográfica, carrinhos, bolas, chuteiras, roupas, sapatos, maquiagem e até um ventilador. A entrega foi realizada na última sexta, 26, com o auxílio de Thiago Diogo, mestre de bateria da Grande Rio, que se fantasiou de Papai Noel para fazer a garotada manter a magia natalina de acreditar na existência do “Bom Velhinho”.

As doações dos mandatários das agremiações cariocas fizeram as crianças carentes sorrirem mais neste Natal | Foto: Irapuã Jeferson

A ação social contou com a participação de Jorge Castanheira (presidente da Liga Independente das Escolas de Samba, a Liesa); Anísio Abrahão David (presidente de honra da Beija-Flor, acompanhado do filho Gabriel David); Chiquinho da Mangueira (presidente da Estação Primeira de Mangueira); Fernando Horta (presidente da Unidos da Tijuca); Hélio de Oliveira (o Helinho, presidente de honra da Grande Rio); Levi Júnior (presidente da Vila Isabel); Luis Carlos Magalhães (presidente da Portela); Ney Filardi (presidente da União da Ilha); Regina Celi Fernandes (presidente do Salgueiro); Renato Almeida Gomes (o Renatinho, presidente da São Clemente); Renato Thor (presidente da Paraíso do Tuiuti); Rodrigo Pacheco (vice-presidente da Mocidade) e as irmãs Simone e Nathalia Drumond (representando o pai, Luizinho Pacheco Drumond, presidente da Imperatriz).

Comandante da bateria “Invocada”, Thiago Diogo entrou completamente no espírito do Natal e deu vida a um Papai Noel pra lá de descontraído e carinhoso, que virou o xodó da criançada desde o começo da brincadeira solidária. O músico encarou o desafio mesmo diante do cansaço gerado por uma longa viagem de ônibus que fez na madrugada anterior com ritmistas, de Goiânia ao Rio. Mas o esforço valeu a pena.

– Impossível não se emocionar com uma coisa dessas. Ver as crianças reunidas, aguardando o presente que certamente vai transformar o dia delas, não tem preço. Tivemos muito cuidado pra não desmentir a existência do Papai Noel. É importante pras crianças que ele continue aparecendo a cada Natal, e fundamental que a gente continue fazendo o bem todos os anos – disse o mestre, que não segurou o choro em vários momentos do encontro com os pequenos e recebeu um abraço coletivo da turminha assim que chegou de surpresa à instituição.

Thiago Diogo se vestiu de Papai Noel e entregou os presentes da criançada. O músico chegou de surpresa e, durante todo o tempo em que esteve com as crianças, interpretou fielmente o “Bom Velhinho” | Fotos: Irapuã Jeferson

Emocionante! Adolescente especial que estava passando calor ganhou ventilador 

A doação feita pelo presidente da Unidos da Tijuca, Fernando Horta, foi responsável por um dos momentos mais emocionantes da ação social em Saracuruna. Ludmilla Alves tem 20 anos e é uma adolescente especial, com dificuldades de cognição e mobilidade. A cartinha enviada a Papai Noel não listava brinquedos ou outros tradicionais pedidos de Natal. A necessidade maior da jovem e da família dela era um ventilador, que foi providenciado pelo mandatário da escola do Borel e levado em mãos pelo Papai Noel Thiago Diogo.

Ludmilla Alves recebeu, ao lado da mãe, o ventilador novinho em folha que vai substituir as péssimas condições do antigo | Fotos: Irapuã Jeferson

Instituição precisa de ajuda para finalizar obras

A Biblioteca Comunitária MANSS, também chamada de Centro Cultural Chocobim, atende a mais de 200 crianças carentes de Saracuruna, que encontram na instituição uma das poucas possibilidades de lazer, diversão e aprendizado na região. Criado em 2007, o espaço necessita de auxílio financeiro para conclusão de obras na sede, que irão garantir um atendimento ainda melhor aos pequenos.

A sede da Chocobim, que atende mais de 200 jovens de Saracuruna, sofre com obras inacabadas | Fotos: Irapuã Jeferson

Dona da instituição de caridade, Maria Chocolate não perde a esperança: “Tenho certeza que ele (Papai Noel) existe”

A fundadora da Chocobim é Maria Chocolate, uma senhora de 54 anos que dedicou mais de quatro décadas de vida ao trabalho social na comunidade caxiense. Ela garante que acredita em Papai Noel e revela o que escreveria em sua própria carta a Papai Noel.

– Tenho certeza que em algum lugar do universo, ele existe. Não tive a oportunidade, quando criança, de ter ganhado uma boneca, um brinquedo. Hoje, estou junto com outras pessoas vendo essas crianças sorrirem. Não tem dinheiro que pague. A instituição nasceu da necessidade da comunidade, que não tem mais nada. Só tem um campo, a biblioteca, e é isso aí. O que gostaríamos de ganhar de presente também é a nossa biblioteca de volta. Estamos em obra e não conseguimos terminar – contou, emocionada.

Maria Chocolate, a representante da biblioteca comunitária, precisa de ajuda para finalizar obras | Foto: Irapuã Jeferson

*Colaboraram: Rafael Arantes, Luiz Felippe Reis, Fábio Klotz e Rebecca Medeiros

Leia também!

Feliz Natal! Wander Pires leva os cinco filhos pra tirar foto com Papai Noel

Mestre-sala do Salgueiro foi catador de latinhas: ‘Roupa era só no Natal’