Por Redação

Concisa nas palavras e gigante no talento, Rosa Magalhães tava feliz da vida com o final do desfile portelense. A escola levou pra Avenida uma história fantástica de judeus que fugiram da Europa, passaram pelo nordeste brasileiro e fundaram a cidade de Nova Iorque.

A carnavalesca festejou a boa recepção do público com o desfile da Águia de Madureira:

– Foi um ano muito difícil, mas o povo gostou – definiu a professora.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

+ 1 = 4