Mestre Paulinho é assaltado e tem carro levado por bandidos

Por Redação

Mais um sambista voltou a ser vítima da violência da cidade do Rio de Janeiro. Desta vez, foi mestre Paulinho Botelho, que tem passagens por Beija-Flor e Vila Isabel e recentemente foi da Viradouro. O comandante de ritmistas teve o carro e pertences roubados na noite desta segunda-feira, 6, no bairro de Honório Gurgel, Zona Norte do Rio.

O experiente diretor retornava do ensaio de rua da Mocidade Independente de Padre Miguel, quando foi abordado por dois bandidos por volta das 23h30. Na ação, os criminosos levaram um cordão da Beija-Flor de Nilópolis, que o ex-mestre da azul e branco usava no momento.

– Estava tudo tranquilo até que me abordaram de repente e mandaram eu sair do carro. Dois minutinhos e já levaram tudo. Chegaram arrancando cordão, relógio e ainda deram uma geral na carteira. Pelo menos não fizeram nada comigo. Quanto a isso estou bem – revelou.

Mestre Paulinho teve o carro roubado na noite desta segunda-feira | Foto: Divulgação

Além do mestre, o filho dele, Vitinho Botelho, já havia sido vítima de um assalto há pouco mais de duas semanas. Paulinho, que registrou ocorrência já nos primeiros minutos desta terça-feira, 7, lamentou o fato e o momento que a cidade vem passando.

– É triste. Meu filho passou por isso há pouco tempo também, em frente à casa da sogra dele. A gente fica chateado, mas fazer o quê?. Avisei aos amigos até para evitar que me ligassem e tudo mais e agora vamos ver se conseguimos recuperar algo ainda – finalizou.

Neste ano, Paulinho não estará presente na Sapucaí exercendo a função de mestre de bateria. O sambista deixou o cargo na Unidos de Viradouro pouco depois do Carnaval 2016.

Mãos ao alto! Coreógrafo da Vila é assaltado por homens armados no Rio: ‘Tenso’

Coreógrafo da Vila é assaltado no Rio e perde carro, dinheiro e fantasias

Bandidos invadem quadra do Império, ferem segurança e levam dinheiro e celulares