Por João Paulo Saconi

A primeira vez a gente nunca esquece! Raíssa de Oliveira foi a primeira sambista a posar sensualmente para as lentes do Sambarazzo, e está de volta para repetir a dose em uma sessão de fotos que faz jus ao repeteco. Linda de viver, a estrela da Beija-Flor de Nilópolis revela o quanto cresceu desde que assumiu, aos 12 anos de idade, o cobiçado posto de rainha de bateria. Hoje, é um mulherão de parar o trânsito nas ruas e, principalmente, na avenida que mais a projetou para o mundo: a Marquês de Sapucaí.

Destaque na seleta lista de rainhas com raízes na comunidade, a soberana dos ritmistas da azul e branco acabou ganhando notoriedade pela forte identificação com os componentes.

– Me sinto privilegiada desde os meus 12 aninhos. Eu não acreditava que eu ia ser rainha de bateria. Sempre via na televisão que as rainhas de bateria eram mulatas de suas comunidades, atrizes e modelos, e eu nem acreditava que eu estaria ali ocupando aquele posto. Foi tudo muito novo pra mim também. Vim crescendo, criando mais maturidade, e hoje em dia eu vejo o quanto esse posto é almejado, o mais cobiçado pelas mulheres. Posso dizer que sou honrada porque vai fazer 14 anos que estou à frente da bateria, o que é motivo de orgulho – diz Raíssa, que vai muito além do rostinho bonito e da boa forma física: ela é formada em jornalismo e ainda tá caindo dentro dos estudos na área de moda.

Para garantir o corpaço – que é dos mais elogiados da folia carioca – Raíssa não abre mão de uma intensa rotina de preparação. Tudo, é claro, ela faz com a ajuda de profissionais gabaritados e empenhados em manter as curvas e a saúde em dia. E que saúde, hein?! O físico da moça chama muita atenção na pista do Sambódromo e nos eventos da Beija-Flor. O assédio? Ela tira de letra.

– Tenho acompanhamento de um personal trainer e de um nutricionista. Faço crossfit e frequento uma clínica de estética também, que é sempre bom. Sei me esquivar bem, até porque qualquer mulher bonita vai ser assediada. Tem quem goste de mim e tem quem critique, mas sei lidar com críticas e elogios – garante a beldade.

“Não vou pendurar as minhas sandálias”, garante Raíssa

Mesmo com tanto tempo de reinado, a gata nilopolitana está longe de pensar em “largar o osso”. Apesar da certeza de que ainda há muito o que mostrar na Sapucaí, ela garante que, quando parar, vai continuar vestindo a camisa – ou o bíquini – da escola do coração.

– Sei que a vida é feita de ciclos. O dia que eu deixar de ser rainha, não vou pendurar as minhas sandálias. Sou nova e vou continuar saindo na escola, fazendo o que eu gosto, que é sambar e passar alegria pro povo. Nada de pendurar os saltos altos – afirma a leonina, que não sai de casa sem…passar batom.

Nome: Raíssa de Oliveira

Idade: 25

Signo: Leão.

Local de nascimento: Hospital São José, em Mesquita, no Rio de Janeiro.

Bairro onde mora: Nilópolis.

Casa ou apartamento? Apartamento.

Mora com quem? Minha mãe, Lúcia Cristina, e meu irmão, o Diego.

Namorando ou ficando? Nenhum dos dois, mas tô bem! (risos).

Filhos? Não.

Profissão: Formada em jornalismo, mas atualmente atuando na área da moda.

Cores preferidas: Laranja, dourado, amarelo e vermelho.

Animal de estimação: Cachorro.

Livro: “O Caçador de Pipas”, de Khaled Hosseini.

Filme: “Um amor para recordar”, baseado no livro do Nicholas Sparks.

Um homem: Meu irmão, Diego.

Uma mulher: Minha mãe, Lúcia Cristina.

Religião: Sou católica.

Novelas: “O Clone” (Glória Perez) e “Avenida Brasil” (João Emanuel Carneiro)

Um Samba: “O povo conta a sua história: ‘Saco vazio não pára em pé’ – A mão que faz a guerra faz a paz”, da Beija-Flor (2003).

Grife: Uso qualquer coisa, desde que caia no meu gosto. Sem preferências por marcas.

Não uso nunca: Drogas.

Perfume: Sou viciada em perfume, faço até coleção.

Não saio de casa sem: Batom.

Carro que tem e o que gostaria de ter: Não tenho preferência por carro, se estiver andando e me levando nos lugares que quero ir, sem dar problemas, já está bom (risos).

Cantor: O rei Roberto Carlos.

Cantora: A diva Beyoncé.

Ator: Murilo Benício.

Atriz: Fernanda Montenegro.

Música: “Tá escrito”, do Grupo Revelação.

O que eu quero: Paz, amor e um mundo melhor.

O que eu não quero: Todas as coisas negativas.

Gosto de ir: É sempre bom conhecer lugares diferentes.

Não gosto de ir: Ao hospital.

Time: Torço pra todos, mas acho que sou um pouco flamenguista! Para o bem da nação rubro-negra (risos).

Programa de TV: “Vai que cola”, do Multishow.

Se não fosse rainha de bateria, que outra função gostaria de exercer numa escola de samba? Seria carnavalesca ou ritmista.

Fotografia: Michele Iassanori
Figurino: Ateliê By Izaquis
Produção de Moda: Wallace Safra
Maquiagem: Victor Waltz
Acessórios: Nega Chic
Making of vídeo: Paulinho Thomaz
Making of fotos: Michele Iassanori