Gente bamba! ‘Show dos Famosos’ chega ao fim com homenagens a sambistas

Por Redação

Encerrando a segunda temporada no último domingo, 8, o quadro “Show dos Famosos”, do Domingão do Faustão (TV Globo), reuniu nas últimas 15 semanas motivos suficientes para deixar qualquer sambista orgulhoso. As apresentações, protagonizadas por artistas já conhecidos do grande público, foram frequentemente embaladas, entre outros ritmos, pelo samba.

Seguiram até a última etapa do jogo os cantores Mumuzinho e Naiara Azevedo, e os atores Tiago Abravanel, Silvero Pereira e Helga Nemeczyk. A vitória foi do povo do samba: Mumuzinho se tornou campeão ao resgatar a presença de Dona Ivone Lara, que morreu em abril deste ano e foi representada pelo músico como se estivesse vivendo no paraíso, ladeada por anjos. Recentemente, a representação teatral da primeira mulher compositora de sambas-enredo foi tema de um debate sobre racismo, que fez uma atriz desistir de interpretar o papel num musical.

No palco da atração comandada por Faustão, ganharam homenagens especiais os bambas Jamelão e Clementina de Jesus (o lendário intérprete da Estação Primeira de Mangueira e a notória cantora do gênero, representados por Sandra de Sá). Beth Carvalho, a “Madrinha do Samba”, foi interpretada por Paulo Ricardo. Cartola, Alcione e Péricles, personalidades mangueirenses, foram interpretadas pelo vencedor Mumuzinho.

Elenco do “Show dos Famosos” usou e abusou do samba enquanto ritmo que deu o tom das apresentações semanais do concurso. Campeão, Mumuzinho, apostou em Ivone Lara para a cartada final | Foto: Divulgação/TV Globo

Caracterização impressionou

A maquiagem, o figurino e a indumentária, entre outros artifícios, foram utilizados de maneira tão eficiente nesta temporada do “Show dos Famosos” que muitas vezes as celebridades chegaram a ficar irreconhecíveis diante da plateia. Para se transformar em Péricles, por exemplo, Mumuzinho precisou chegar com bastante antecedência aos Estúdios Globo em Jacarepaguá, na Zona Oeste do Rio.

Em entrevista a Fausto Silva, além de revelar que sempre viu no ex-vocalista do Exaltasamba uma referência, o sambista contou que precisou iniciar a preparação com mais de três horas de adianto.

Quando interpretou Alcione, o sucesso foi tanto que a Marrom chegou a agradecer Mumuzinho pelas redes sociais. Em vídeo, a cantora de “Estranha Loucura” disse que, ao assistir ao vivo a apresentação do cantor, chegou a achar que pudesse se tratar de uma exibição de um clipe em que ela mesma aparecia.

Mumuzinho foi o recordista de bambas na temporada: interpretou Dona Ivone Lara, Cartola, Péricles e Alcione, que foi convidada para participar da gravação do DVD do músico na semana passada | Fotos: Divulgação e Reprodução/Instagram @GShow

Revivendo o intérprete Jamelão, Sandra de Sá chegou a se emocionar no dominical ao explicar o motivo que a levou a homenagear o inesquecível mangueirense.

— Estou procurando homenagear pessoas para quem o Brasil ficou devendo muito. Jamelão era só ele, cara. Ele gravou muita coisa linda — afirmou a dona dos hits “Olhos Coloridos” e “Joga fora no lixo”.

 

Paulo Ricardo e Sandra de Sá também apostaram em personalidades do samba no ‘Show dos Famoso’. Ela foi de Jamelão e Clementina de Jesus, e ele de Beth Carvalho | Fotos: Divulgação e Reprodução/Instagram @GShow

Essa foi a segunda vez que os participantes do “Show dos Famosos” renderam homenagens às personalidades que amplificam a voz e os batuques do samba. Na primeira temporada, em 2017, entraram no repertório as cantoras Clara Nunes, representada por Emanuelle Araújo, e uma versão de Alcione por Fafá de Belém.