Por Redação

A Liesa acatou recurso, e a Mocidade Independente de Padre Miguel é campeã do Carnaval 2017 ao lado da Portela. A decisão foi tomada pela liga em plenária na noite desta quarta-feira, 5, após apreciação do pedido feito pela verde e branco, quando a escola de samba não se conformou com a falha do jurado Valmir Aleixo, do quesito Enredo, último item a ser lido na apuração da Quarta-feira de Cinzas.

O julgador deu um 9,9, responsável por tirar o campeonato da Mocidade, e justificou a penalização por um décimo na ausência de um destaque de chão que não constava no roteiro oficial de desfile. O erro do avaliador se deu por uma falha de comunicação entre a liga e Valmir, o que acabou confundindo o jurado, que se baseou numa prévia não atualizada do “abre-alas” (o livro que cada escola usa para apresentar o desfile em forma de roteiro, com descrição do tema e posicionamentos de alas e alegorias).

As duas campeãs! Mocidade e Portela são as vencedoras do Carnaval 2017 – Fotos: Irapuã Jeferson

A decisão quebra um jejum de 21 anos sem títulos da Mocidade. A escola chega ao hexacampeonato na festa. O enredo vitorioso foi “As mil e uma noites de uma ‘Mocidade’ pra lá de Marrakesh”, desenvolvido pelo carnavalesco Alexandre Louzada, que chega também ao seu sexto título no Carnaval do Rio.

Antes de 2017, a escola de Padre Miguel levou em 1979, 1985, 1990, 1991 e 1996.

Com a decisão, a Portela aumenta o jejum para 47 anos sem ganhar um campeonato sozinha. A última vez foi em 1970. Nesta temporada, a azul e branco de Madureira quebrou a escrita de não vencer que já durava 33 anos. Os dois últimos triunfos portelenses foram divididos: em 1984 com a Mangueira e agora em 2017 com a Mocidade.

 

Foto de capa: Fernando Grilli/Riotur

Erro! Mocidade perdeu título por falha de jurado

 

Querem o título! Torcedores da Mocidade fazem manifestação na porta da Liesa

Mocidade campeã? Advogado da Liesa estuda recurso: ‘Queremos discutir’

Liga da justiça! Mocidade recorre à Liesa e descarta tribunais