Hipertensão! Carnavalescos da Tijuca ajudam na concentração: ‘Dá uma agonia’

Por Redação

Barracão e ateliê. Deve ter muita gente por aí que acha que carnavalesco só rala nessas duas áreas. Engano. Pelo menos, quando se fala da turma da comissão de carnaval da Tijuca. Minutos antes do desfile, Hélcio Paim, Annik Salmon, Mauro Quintaes e Marcus Paulo não deixam só os “harmonias” cuidarem dos últimos detalhes antes do desfile.

12696840_1008057362567099_912524994_o

Única mulher entre os artistas tijucanos, Annik é daquelas que não fica de braços cruzados minutos antes da entrada da escola do Pavão no Sambódromo.

– Essa montagem dá uma tensão. Às vezes muitos vão aos ensaios, mas ficam perdidos: ‘Onde é minha ala?’, ‘Onde é o meu carro?’ Aí, cata a harmonia, posiciona o pessoal – diz Annik.

Outro que botou a mão na massa foi Hélcio Paim, que ajudou na entrada dos carros, como costuma fazer na escola há vários anos.

12696451_1008053892567446_2087633144_o