Rainha da costura! Ângela Bismarchi dá expediente em loja em São Gonçalo

Por Diego Barreto

Funcionários do Boulevard Shopping São Gonçalo, em São Gonçalo, município do Rio, já estão acostumados com o burburinho no terceiro andar do centro comercial toda vez que a dona de uma das lojas visita o local. É Ângela Bismarchi, rainha de bateria do Império Serrano, da Série A, que abriu o “Ângela Bismarchi Camarim” no fim de 2013. Desde então, toda vez que ela bate ponto no estabelecimento, “causa” no shopping ao atender clientes e fãs.

Mão na massa! Ângela Bismarchi dá expediente como costureira na loja que abriu num shopping de São Gonçalo - Foto: Arquivo Pessoal
Mão na massa! Ângela Bismarchi dá expediente como costureira na loja que abriu num shopping de São Gonçalo – Foto: Arquivo Pessoal

Formada em design de moda, Ângela – que despontou no Carnaval em 2000, ao desfilar nua, somente com a bandeira do Brasil pintada em seu corpo – revela que além de administrar a loja, cuida pessoalmente da confecção de peças de vestuário, e inclusive costura algumas roupas.

– Estudei moda e já tinha esse desejo de trabalhar com isso. Com a loja, estou concretizando esse projeto. Desenho algumas peças, a loja tem muitas criações minhas. E também cuido da seleção de outras roupas que vendemos na loja – conta Ângela.

A rainha de bateria do Império Serrano pretende abrir novas filiais da marca - Foto: Arquivo Pessoal
A rainha de bateria do Império Serrano pretende abrir novas filiais da marca – Foto: Arquivo Pessoal

Visando mais lucro, a agora empresária planeja ampliar o negócio brevemente.

– Meu sonho é expandir e abrir filiais em outros lugares. Vamos lançar a versão da loja virtual. Muitas pessoas do Brasil inteiro querem ter uma peça de roupa com a minha marca – afirma.

Ângela, que já desfilou em escolas como Porto da Pedra, Salgueiro e Cubango, conta que um dos desafios que enfrenta com a loja é agradar todo tipo de gente.

– Parece fácil trabalhar com moda, mas não é. Preciso agradar diferentes públicos. Tenho roupas para senhoras que entram aqui e também os vestidinhos para “periguetes”. Uma das dificuldades é que uma parcela da população está acima do peso, e os números de confecções parecem sempre menores do que são. Tenho que me preocupar com isso. Nenhuma mulher quer vestir G, e elas querem estar sempre poderosas – explica.

No desfile do Império, Ângela reinou à frente da bateria com fantasia desenhada pela própria rainha - Foto: Arquivo Pessoal
No desfile do Império, Ângela reinou à frente da bateria com fantasia desenhada pela própria rainha – Foto: Arquivo Pessoal

Na loja, além das peças que são vendidas, cada detalhe é pessoalmente cuidado por Ângela. Ela diz que receber o carinho de clientes e do público em geral é uma das coisas que a deixa mais satisfeita.

– Muitas pessoas entram e querem tirar uma foto, ou pegar um autógrafo. Ter esse carinho é algo que me deixa muito feliz. Eu faço questão de retribuir isso – diz Ângela, que viu o número de fãs aumentar depois de sua participação no reality show “A Fazenda”, na TV Record, em 2012.

A fantasia que Ângela usou no Carnaval, no desfile do Império, foi criada pela própria rainha.

– Eu mesma desenhei a roupa, o carnavalesco me deixou à vontade para fazer – concluiu.