Luto! Sambista Wilson Moreira morre aos 81 anos

Por Redação

O samba se despede nesta sexta, 7, do bamba Wilson Moreira. O compositor de 81 anos tratava um câncer de próstata, que se espalhou afetando o rim, conforme divulgado pela equipe do músico durante a madrugada. O horário e o local do velório ainda não foram informados.

Moreira, que estava internado no Instituto Nacional do Câncer em Vila Isabel, na Zona Norte do Rio, deixa grande legado para o samba e para as agremiações do Carnaval carioca: além de ter criado incontáveis sucessos interpretados por artistas do gênero, ajudou a fundar a ala de compositores da Mocidade e fez parte do grupo de poetas da Portela. Na azul e branco, conheceu e colaborou com Paulinho da Viola, Natal e Candeia.

O compositor Wilson Moreira morreu vítima de complicação de um câncer na próstata | Foto: Reprodução/Facebook

Wilson de Clara, Beth, Zeca e Alcione

Consagrado ao longo das décadas como legítimo representante do ritmo mais carioca de todos, o artista emprestou o próprio talento para sucessos nas vozes de Clara Nunes, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho (com quem compôs duas faixas em parceria) e Alcione.

Foi também dele o mérito pelo sucesso de canções como “Goiabada cascão”, “Morena do Balaio”, “Judia de Mim” e “Quintal do céu”. Em homenagem ao ator Grande Otelo, deixou a obra musical “Olokofé”. Para novembro deste ano preparava um álbum inédito intitulado “Tá com medo, Tabaréu?”.

Wilson Moreira teve obras interpretadas por Clara Nunes, Beth Carvalho, Zeca Pagodinho e outros bambas | Foto: Reprodução/Facebook

A partir das redes sociais de Moreira, cerca de 900 internautas já tinham compartilhado o post sobre a despedida até as 10h desta sexta, 7. No dia anterior, a conta oficial dele no Facebook pediu aos seguidores que evitassem replicar informações inverídicas sobre o estado de saúde do sambista, que estava hospitalizado desde segunda, 3.