Lutadora de Muay Thai, a rainha de bateria da Acadêmicos da Rocinha, Mônika Nascimento, ostenta um corpo sarado de tirar o fôlego. Aos 29 anos, a empresária do ramo da construção tem tudo para ser uma das sensações da Sapucaí em 2016.

Enquanto o Carnaval não chega, a loiraça, que também desfila como musa do Salgueiro, mostra aos leitores do Sambarazzo como está indo bem seu preparo para a Avenida. Casada e mãe de um filho, ela está com tudo em cima, e por isso estrela o novo ensaio sensual do site.

Nascida no Morro da Mangueira, Mônika mantém o corpo perfeito à base de doses diárias de malhação e uma penca de exercícios aeróbicos.

– Malho bastante. Não chego a ser tão certinha com comida, mas vai chegando perto do Carnaval, aí tenho que dar uma controlada – diz ela, que desfilará à frente dos ritmistas da Rocinha pelo segundo ano consecutivo.

Mônika pensa em desfilar como ritmista

Mas não são apenas os títulos de rainha e musa que Mônika carrega em sua trajetória no samba. A beldade já desfilou por agremiações como Paraíso do Tuiuti, Viradouro e Vila Isabel, além da própria Estação Primeira de Mangueira, sua escola de coração, em posições menos cobiçadas da festa. E afirma que toparia desfilar com uma fantasia bem mais comportada do que as que está habituada a usar: ela adoraria desfilar vestida de ritmista e mandando ver na percussão.

– Acho que vou até fazer umas aulas para ter algo diferente ano que vem na Rocinha. Adoro uma bateria. Acho que por isso seria percussionista. Acho o repique sensacional – revela.

A vida no samba

Mônika sempre esteve ligada ao Carnaval por causa de seus pais, que desfilavam, além de ter tios compositores da verde e rosa. E foi lá, no início da vida adulta, que Mônika iniciou sua carreira de passista.

– No começo eu relutava em ir aos ensaios, mas acabava convencida pela minha irmã, Jack Nascimento, que morreu aos 31 anos, em um acidente de carro. Começamos juntas como passistas da Mangueira e fomos princesas do carnaval juntas também, em 2007 – lembra a beldade, destacando que Jack sempre foi sua maior incentivadora e inspiração.

Casada com Pedro Fernandes, irmão de Regina Celi, a presidente do Salgueiro, e mãe de um menino de 5 anos, a musa salgueirense deseja acompanhar o cresimento do filho e participar da criação dos futuros netos, já que sonha em ser avó.

Confira as fotos exclusivas de Mônika Nascimento!

BATE-PAPO

Nome: Mônika Nascimento Silva Fernandes

Idade: 29 anos

Signo: Touro

Local de nascimento: Niterói

Bairro onde mora: Jacarepaguá

Casa ou apartamento? Casa

Mora com quem? Com meu filho e meu marido

Namorando ou ficando? Casada!

Filhos? Tenho um, de 5 anos

Profissão: Empresária. Tenho uma loja de construção na Região dos Lagos do Rio

Cor preferida: Vermelho

Animal de estimação: Meus cachorros. Tenho cinco rottweilers

Livro: “As 48 leis do poder”, de Robert Greene

Filme: “Velozes e Furiosos 7”

Um homem: Meu pai, Joubert

Uma mulher: Minha mãe, Martha

Religião: Acredito em Deus

Novela: “Avenida Brasil”, de João Emanuel Carneiro

Um Samba: “Tambor”, Salgueiro (2009)

Grife: Não tenho nenhuma preferida. Gosto de roupas que ficam bem em mim

Não uso nunca: Drogas

Perfume: Lady Million (Paco Rabanne)

Carro que tem e o que gostaria de ter: Tenho um Vectra. Gostaria de ter um Infiniti branco

Cantor: Victor e Léo

Cantora: Claudia Leitte

Ator: Tony Ramos

Atriz: Letícia Spiller

Música: “As rosas não falam”, de Cartola

O que eu quero: Saúde para ver meu filho crescer e ter minha família unida

O que eu não quero: Não quero ficar longe da minha família

Gosto de ir: Praia

Não gosto de ir: Cemitério

Time: Flamengo

Programa de TV: “Pânico na Band”, da TV Bandeirantes

Se não fosse rainha de bateria, que outra função gostaria de exercer numa escola de samba? Seria ritmista. Gosto demais de uma bateria de escola de samba

Fotografia: Michele Iassanori
Maquiagem: Victor Waltz
Making of: Paulinho Thomaz