Mestre-sala da Beija-Flor, Claudinho salva cachorro que caiu no mar

Por Redação

Não fosse a agilidade – e a sensibilidade – do mestre-sala da Beija-Flor, o cachorro da foto abaixo faria triste uma família capixaba. Quando almoçava em Vitória com a parceira de dança Selminha Sorriso na última sexta-feira, 6, Claudinho percebeu que o cãozinho tinha se soltado da dona do bicho, uma garotinha, e saiu em disparada na tentativa de resgatar o animal. Mas o cachorro acabou caindo do píer numa praia da capital do Espírito Santo e foi um verdadeiro sufoco para o dançarino conseguir retirá-lo da água.

Herói! No lugar certo, na hora certa, o mestre-sala Claudinho salvou a vida de um cãozinho que caiu no mar de Vitória, no Espírito Santo - Foto: Reprodução/Facebook
Herói! No lugar certo, na hora certa, o mestre-sala Claudinho salvou a vida de um cãozinho que caiu no mar de Vitória, no Espírito Santo, para alegria da dona, que tirou uma foto com o dançarino após o resgate – Foto: Reprodução/Facebook

Como o trecho da praia não tinha areia, o acesso ao cão era difícil e, por pouco, ele não morreu afogado.

– Tive que pensar rápido. Nunca salvei nenhum cachorro na minha vida. Ele estava se afogando, fiquei muito emocionado. Consegui ir seguindo o cachorrinho por uns 10 minutos e, com a ajuda do pai da menina, o tiramos da água com vida – relata Claudinho.

Orgulho! Selminha Sorriso acompanhou o resgate e ficou encantada com o gesto do companheiro de dança - Foto: Arquivo pessoal
Orgulho! Selminha Sorriso acompanhou o resgate e ficou encantada com o gesto do companheiro de dança – Foto: Arquivo pessoal

O gesto nobre do sambista deixou comovida a porta-bandeira Selminha Sorriso, que acompanhou o resgate aos gritos de “meu herói”.

– Quando o Claudinho viu o cachorro caindo, nem parou pra pensar. Foi correndo, foi lindo. Ele tem um cachorro em casa (o poddle Simba), então certamente iria ajudar. Foi uma cena linda, só vendo. A criancinha chorava muito, tadinha. Ela achava que ele iria morrer, mas, graças a Deus, deu tudo certo – conta Selminha, que estava com o mestre-sala em Vitória para um evento da escola de samba local Chega Mais, que ano que vem vai homenagear Neguinho da Beija-Flor no desfile.

Experiente! Claudinho foi cabo dos Bombeiros

A habilidade de Claudinho na hora de socorrer o cãozinho tem origem nos tempos em que o dançarino da azul e branco de Nilópolis atuou como cabo do Corpo de Bombeiros.

– Fiz parte da corporação por 12 anos, e acabei afastado do quartel por políticas internas. Mas nunca vou deixar de ser bombeiro e salvar quem eu puder – destaca o nobre mestre-sala, que em julho deste ano casou com a operadora de telemarketing Ana Lúcia Araújo, numa linda cerimônia no Rio de Janeiro, acompanhada com exclusividade pelo Sambarazzo.