Muito verde? Jurado reclama de repetição de cores na Mocidade

Por Redação

Esta segunda-feira, 5, tem ares de uma Quarta-feira de Cinzas auxiliar. Com os resultados já divulgados, a expectativa é pelas explicações que os jurados têm pra cada décimo retirado das escolas de samba. Nas fantasias, a Mocidade Independente de Padre Miguel perdeu dois décimos pela caneta da jurada Regina Oliva. Pra ela, a quantidade acentuada de verde no conjunto – cor predominante da agremiação – foi motivo de penalização em 0,1.

O outro décimo tirado da Mocidade foi, segundo a análise da avaliadora, por falta de leitura das roupas.

Mesma jurada tirou décimos do Salgueiro em 2016 pelo mesmo motivo

Em 2016, o Salgueiro perdeu um décimo por motivo similar, e da mesma Regina Oliva, especialista em “Fantasias”. Ela alegou que havia nos figurinos salgueirenses “muito vermelho e branco, as cores da escola”.

– Essas pérolas que a gente lê todo ano, né? Ano passado (2015), um jurado de alegoria disse que o carro dos escravos da mina do ouro estava muito dourado – disse Renato Lage, carnavalesco do Salgueiro na época.