Musa e empresária! Isabele Gianazza, da Viradouro, é dona de loja na Barra

Por Redação

Musa da Viradouro pelo segundo ano consecutivo e dona de um corpo de deixar muito marmanjo de queixo caído, Isabele Gianazza, de 34 anos, não ocupa sua agenda apenas com compromissos relacionados ao Carnaval. A rotina da beldade não é só à base de cuidados com a aparência e com a manutenção do samba no pé.

Isabele Gianazza_Foto Irapuã Jeferson (9)_capa
Musa da Viradouro, Isabele Gianazza é dona de uma loja na Barra da Tijuca – Foto: Irapuã Jeferson

Há um ano e meio, a ex-rainha de bateria da Acadêmicos da Rocinha, que já foi vendedora de doces, abriu seu próprio negócio. Ela administra no Shopping Città América, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, a loja Gianvalério, especializada em produtos de roupa de cama.

A única musa negra da vermelho e branco – ela pede para frisar – bate ponto no estabelecimento de segunda a sexta.

Isabele Gianazza_Foto Irapuã Jeferson (16)
Ex-rainha de bateria da Rocinha, Isabele quer investir ainda mais nos produtos de roupa de cama – Foto: Irapuã Jeferson

– Sou comunicativa, estou sempre sorrindo e tenho facilidade de lidar com as pessoas. Antes mesmo de ingressar no samba, já trabalhava como vendedora de doces, no BarraShopping, e sempre me dei bem – conta a empresária, que mora no mesmo bairro onde mantém seu negócio.

Trabalhadora! Isabele já vendeu roupas e café

A musa pega no batente faz tempo. Ela teve sua carteira de trabalho assinada pela primeira vez aos 18 anos. De lá para cá, já comercializou produtos esportivos, peças de roupa feminina, CDs e ainda integrou a equipe de uma cafeteria. E foi servindo cafezinho, aliás, que Isabele conheceu o atual marido, o empresário italiano Gian Valério Gianazza.

Isabele Gianazza_Foto Irapuã Jeferson (2)
A mulata começou a trabalhar como vendedora aos 18 anos em uma loja de doces, no BarraShopping – Foto: Irapuã Jeferson

Nascida e criada na Rocinha, a mulata morou com o marido em Milão, na Itália. Mas voltou, há quase três anos, para concluir a faculdade de turismo na Universidade Estácio de Sá. Foi aí que a destaque da Viradouro teve a ideia de seguir os passos do companheiro no ramo empresarial:

– Dá muito trabalho. São encomendas, contas a pagar e receber. É um investimento, mas tenho que ir à luta – destaca ela, que, mesmo com as muitas obrigações que listou, sempre arranja um tempinho para caprichar na roupa que vai vestir e na maquiagem.

Isabele Gianazza_Foto Irapuã Jeferson (19)
Incentivada pelo marido, Isabele abriu seu próprio negócio – Foto: Irapuã Jeferson

Isabele colocou silicone para o desfile de 2016

Isabele estreou na Passarela do Samba como passista, pela Rocinha, em 2004. Depois, a musa integrou o grupo-show “As Borboletas”, seguindo como destaque em carros-alegóricos. Em 2012, a empresária foi coroada rainha de bateria da comunidade onde nasceu, função que ocupou por dois carnavais.

– O samba, pra mim, é estado de êxtase. É um momento mágico. Desfilar no chão, sorrindo e mandando beijos para a plateia, isso é o que mais me encanta. Minha família seria o único motivo de um dia eu não desfilar – ressalta a musa, mãe da pequena Gaia, de 6 anos, que já planeja ter outro filho.

Isabele Gianazza_Foto Irapuã Jeferson (14)
Formada em turismo pela Universidade Estácio de Sá, a musa trabalha de segunda a sexta em seu estabelecimento – Foto: Irapuã Jeferson

De olho no Carnaval de 2016, Isabele colocou em abril, como presente de aniversário do marido, 450 ml de prótese de silicone.

– Dei uma turbinada para valorizar a comissão de frente. Quero estar ainda mais bonita na Marquês de Sapucaí – conclui.