Por Redação

A Porto da Pedra coroa neste sábado, 5, a nova rainha de bateria da escola da Série A. Dany Storino, de 31 anos, vai ganhar, além da faixa e do carinho da comunidade, uma grande festa na quadra durante a Feijoada da Família Tigre, em São Gonçalo.

Dany tem a história de vida quase toda ligada à Porto da Pedra. O presidente Fábio Montibelo fez questão de alçar ao posto de realeza máxima da vermelho e branco a moça tão ligada aos costumes da escola de samba. Feliz da vida, ela, no entanto, sabe das responsabilidades de reinar à frente dos ritmistas da “Ritmo Feroz”, comandada por mestre Pablo.

– O convite veio de surpresa, eu nunca imaginaria que em 2018 eu estaria reinando à frente da Ritmo Feroz. O presidente Fabio Montibelo, dando mais uma vez oportunidade a quem é realmente da escola, me convidou para esse posto, e eu agradeço muito por acreditar na minha capacidade de representar o coração da escola. É uma responsabilidade imensa porque, além de estar representando um quesito muito importante, eu também me sinto responsável por representar toda a comunidade gonçalense diante do público e dos jurados – disse Dany, que tem mais de uma década na escola da Região Metropolitana do Rio.

Nova rainha do Porto da Pedra, Dany Storini tem muito tempo de escola e agora finalmente chega ao posto tão almejado por várias mulheres do samba – Foto: Célio Carvalho

Não é a primeira vez que o presidente Montibelo aposta na prata da casa. No ano passado, o dirigente botou como rainha Tia Nicilda, figura respeitada e muito querida pelas bandas do Tigre, tirando da função a modelo Solange Gomes.

Pra coroar a valorização de quem é de casa, agora é Dany Storino que ganha um reinado pra chamar de seu. A moça tem o samba na veia e nos pés e carrega a vocação dos ancestrais.

– Sempre frequentei o mundo do Carnaval, pois parte da minha família era desse meio, minha mãe, minhas tias desfilavam em blocos e escola de samba então não tinha como eu crescer sem gostar desse meio. Quando fiz 19 anos, um amigo da família que desfilava lá me levou para fazer um teste na ala e cá estou até hoje e só saio da minha escola amada quando morrer – decretou a nova rainha de bateria, que era diretora da ala de passistas da Porto da Pedra. Em 2017, ela ganhou dois prêmios de melhor ala da Série A.

“Só saio da minha escola quando morrer”, decretou Dany Storino – Foto: Samba na Laje

Emocionada pela chance de representar a bateria da escola de coração, Dany perseverou para ganhar o reconhecimento dentro da vermelho e branco.

– Quem tem seus sonhos, nunca desista deles porque podem demorar a acontecer, mas se você acreditar e tiver fé, um dia acontece – ensina a gata.

Ela não desistiu dos sonhos e chegou lá: Dany Storino, nova rainha de bateria da Porto da Pedra – Foto: Arquivo pessoal

O Evento, marcado para às 14h deste sábado, 5, terá também a apresentação do primeiro casal de mestre-sala e porta-bandeira para 2018, Rodrigo França e Cintya Santos, e o anúncio dos seis sambas concorrentes a virar trilha sonora oficial do Tigre no próximo ano.

– É o nosso pontapé inicial – resumiu o carnavalesco Jaime Cezário.

Há seis anos fora do Grupo Especial, a Unidos do Porto da Pedra quer voltar pra elite e será a quarta a desfilar na Sexta-feira de Carnaval, pela Série A versão 2018, com o enredo “Rainhas do Rádio – Nas ondas da emoção, o Tigre coroa as divas da canção”.

 

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

96 − 87 =