‘Não vai ser esse acidente que vai tirar o título da gente’, diz presidente da UPM

Por Rafael Arantes

A fatalidade que tirou a porta-bandeira Jessica do Carmo da Sapucaí do desfile da Unidos de Padre Miguel comoveu todo o público, mas não tirou a confiança da escola pelo título da Série A. O presidente Lenilson Leal deixou o Sambódromo confiante na vitória da escola da Zona Oeste.

– Não vai ser esse acidente que vai tirar o título da gente. A Unidos veio para ser campeã do Carnaval e mostrou isso. A gente mostrou e o público vai dizer – disse.

Foto: Rafael Arantes

Jessica torceu o joelho em frente ao segundo módulo de julgadores e acabou sendo retirada de maca da pista de desfiles. Cassia Maria, segunda porta-bandeira da escola, foi levada ao encontro do primeiro mestre-sala e substituiu a companheira no restante da apresentação.

A porta-bandeira Jéssica Ferreira torceu o joelho em frente à cabine dupla de jurados e só levantou carregada da Avenida | Foto: Anderson Almeida

Presidente da Lierj diz que escola não será punida por acidente

Deo Pessoa, presidente da Lierj, garantiu que a escola não perderá pontos por obrigatoriedade em razão do acidente.

– A nível de obrigatoriedade a escola não perde nada. É permitida a troca de casal. A questão de julgamento segue sendo técnica. Não existe perda de pontos por fantasia ou pela troca – completou.

Foto: Rafael Arantes

A Unidos foi a quinta escola a desfilar neste sábado de Carnaval, 25.