Nas urnas! Veja como se saíram os candidatos do mundo do samba

Por Redação

A eleição deste domingo, 7, elegeu alguns representantes do samba, mas deixou outros tantos de fora. Em São Paulo, Leci Brandão (PCdoB) ganhou pouco mais de 64 mil votos e foi reeleita como deputada estadual. Ela usou as redes sociais para agradecer pelo apoio recebido.

Leci Brandão conseguiu mais de 60 mil votos e foi reeleita como deputada estadual em São Paulo – Foto: Reprodução Instagram

– Fomos reeleitos para mais um mandato na Assembleia Legislativa de São Paulo. Digo sempre ‘fomos’ porque este espaço é nosso, do povo de São Paulo. A partir desta tribuna, temos denunciado e repudiado as violências contra a periferia, população negra, LGBT, indígenas e quilombolas. Este Quilombo da Diversidade tem sido a nossa trincheira de resistência contra o racismo, o machismo, a homofobia, o racismo religioso, o desemprego, as desigualdades sociais e contra qualquer tipo de preconceito e discriminação. É neste espaço de poder que vamos seguir na missão de representar os nossos. Estamos felizes, sim, porque toda vitória nossa é uma vitória do povo negro, em especial, das mulheres negras – escreveu Leci.

No Rio de Janeiro, o atual presidente da verde e rosa, Chiquinho da Mangueira (PSC) também garantiu a reeleição como deputado estadual. Ele obteve 22.141 dos votos válidos. Desta forma, o dirigente mangueirense está indo para o quinto mandato consecutivo na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro.

Chiquinho irá para o quinto mandato como deputado estadual no Rio – Foto: Arquivo

Sem mandato

A popularidade nas redes sociais e no Carnaval não foi suficiente para fazer com que o intérprete Ito Melodia (PTC) se elegesse deputado federal. Ele teve apenas 3.405 votos, não alcançando a meta para dar expediente na Câmara Federal.

Ito Melodia tentou uma vaga para deputado federal, mas não foi eleito – Foto: Divulgação

Viviane Araújo pediu pelo irmão, que recebeu apenas 272 votos

Nem mesmo Viviane Araújo, com seus milhões de seguidores, foi capaz de eleger o irmão mais velho, Rodrigo Guedes (PRTB), como deputado federal. A rainha de bateria do Salgueiro chegou a pedir votos para ele nas redes sociais, mas Rodrigo terminou a eleição com módicos 272 votos.

O marido da rainha de bateria da Beija-Flor, Raissa de Oliveira, também não teve sucesso. Drigão (PTB), que concorria para deputado federal, obteve 3.384 votos.

Filho do presidente da Tuiuti, Renatinho não vai desistir da política – Foto: Divulgação

Candidato pela primeira vez, Renato Júnior (PHS), filho do presidente da Paraíso do Tuiuti, Renato Thor, conseguiu 2.240 votos. Renatinho, como é chamado, tentava uma vaga para deputado estadual. Apesar da derrota, ele não pretende desistir da carreira política.

– A vitória não veio, mas tenho orgulho dos dois mil e poucos votos que eu tive. Os trabalhos não param por aqui, tenho apenas 22 anos e temos muita estrada pela frente. Até breve! – declarou ele, que na campanha usou como lema um trecho do samba da atual vice-campeã do Carnaval, “Não sou escravo de nenhum senhor…”.

*Foto de capa: Arquivo