Por Redação

Pra retratar o enredo “De repente de lá pra cá e dirrepente de cá pra lá”, de Rosa Magalhães, a Portela realizou um concurso de logomarcas, aceitando peças de todo o Brasil. Na noite do último sábado, 5, a águia finalmente escolheu e anunciou a ilustração para o desfile de 2018. Gabriel Domenech e Júlio Oliva, ambos do Rio de Janeiro e apaixonados pelo Carnaval carioca, foram os criadores do conteúdo, que caiu no gosto dos portelenses.

O enredo de Rosa Magalhães já tem uma logo pra chamar de sua – Foto: Divulgação

Gabriel, de 24 anos, e Júlio, 36, que trabalham com marketing, apresentaram à diretoria da azul e branco, além da logo, um projeto para utilização da marca em produtos e outras plataformas.

– Falei com o Júlio… ‘Um enredo da Rosa, pô, vamos cair dentro’. É minha carnavalesca preferida. É pra entrar na história da Portela… A gente coloca o nosso nome, retratando o enredo. A Portela deixou claro alguns elementos que deveriam ter na logo. A gente viu que tinha que ter cana-de-açucar, Pernambuco, uma menção a Nova York, mas eles não direcionaram uma linguagem específica. Definimos a linguagem de cordel. E a gente levou pra estética essa mistura do moderno, como Nova York, e do barroco, das xilogravuras. Nosso foco era buscar uma águia que representasse a Portela. Foi um desafio trazer a águia na xilogravura, que normalmente é preto e branco, mas o portelense é fanático pelo azul e branco, e a gente conseguiu botar esse azul de forma harmônica – explicou.

Júlio Oliva e Gabriel Domenech venceram o concurso de logo de enredo da Portela – Foto: Arquivo pessoal

Dois apaixonados pelo Carnaval, Gabriel é torcedor da Viradouro, Júlio é portelense de carteirinha, até costuma desfilar na escola de Madureira. O primeiro trabalha mais com a estratégia de marketing, o segundo também tem o perfil mais estratégico e já foi diretor de arte de importantes agências de publicidade. A combinação, pelo visto, deu certo. Antes mesmo da vitória, ainda com três logos na disputa, a torcida portelense aclamou a marca criada pela dupla no Facebook oficial da azul e branco que conta mais de 310 mil fãs.

– Foi um projeto completo e entregamos, e isso que foi fundamental. É até um estilo incomum, né? Ficamos preocupados. Mas se fizeram um concurso, eles queriam algo diferente. E nós apostamos nisso – concluiu Gabriel, que já integrou o departamento cultural da Viradouro.

Na volta à Portela, a professora Rosa Magalhães dá mais uma aula com “De repente de lá pra cá e dirrepente daqui pra lá”. Uma crítica atual que aborda intolerância e xenofobia dentro de uma história encantadora de judeus fugidos da Europa, com destino ao Nordeste do Brasil, que contribuíram na formação de Nova York.

Atual campeã da festa, a azul e branco será a segunda a desfilar na Segunda-feira de Carnaval, pelo Grupo Especial.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

48 − = 41