Paulo Barros não assinará o desfile da Mocidade Independente em  2016. O carnavalesco, contratado pela escola de Padre Miguel há um ano, se reuniu com diretoria da agremiação na tarde desta terça-feira, 24. Na conversa, segundo o artista, houve um acordo amigável e o contrato não foi renovado.

Como encerrou dias atrás suas contas nas redes sociais, o artista escolheu o Sambarazzo para divulgar a carta na qual se despede dos componentes e da diretoria. Leia a íntegra do texto enviado por Barros à redação do Sambarazzo:

“Rio de Janeiro, 24 de fevereiro de 2015.

Venho comunicar, através desta carta, meu afastamento do Grêmio Recreativo Escola de Samba Mocidade Independente de Padre Miguel. 

Guardarei na minha memória todos os momentos únicos que vivenciei nesta fantástica escola. Da minha calorosa e sensacional recepção todas as vezes que pisei na quadra até o momento de cruzar a linha final de desfile na Marquês de Sapucaí no Carnaval de 2015.

Na quadra vivi momentos inesquecíveis, tamanha  energia da comunidade. Na minha apresentação oficial, beijei o chão da quadra, numa demonstração de respeito e por querer retribuir uma recepção tão intensa e emocionante de todos os independentes. 

Agradeço pelo carinho de toda a comunidade, que me abraçou e respeitou. Agradeço à equipe do barracão e à administração. 

Também sou grato ao presidente Wandir Trindade (Vô Macumba) e especialmente ao Sr. Rogério de Andrade, responsável por resgatar a autoestima dessa grande agremiação. 

Agradeço a Deus por ter me dado a honra de um dia ter tido a oportunidade de fazer parte da história desse gigante que se chama MOCIDADE INDEPENDENTE DE PADRE MIGUEL. Muito obrigado!

Paulo Barros

Carnavalesco”

 À reportagem do Sambarazzo, o artista informou que não há qualquer definição sobre seu futuro em relação ao Carnaval 2016.

pb-sbzo-ig
Paulo Barros no desfile pela Mocidade – Foto: Fernando Maia/Riotur