Por Redação

A União da Ilha do Governador divulgou neste domingo, 8, o enredo para o Carnaval 2019. Em “A peleja poética entre Rachel e Alencar no avarandado do céu”, o carnavalesco Severo Luzardo vai homenagear dois importantes nomes da literatura brasileira: Rachel de Queiroz e José de Alencar. A passagem na Avenida ainda terá o Ceará, estado de origem dos escritores, como pano de fundo.

Logo oficial da União da Ilha para o Carnaval 2019 – Foto: Divulgação

Nas redes sociais, Severo já vinha dando dicas sobre o que seria o próximo desfile da Ilha, postando frases avulsas de Rachel e Alencar. Segundo o carnavalesco, o tema é autoral.

– Obrigado, União da Ilha, por acreditar no meu enredo. Obrigado por acreditar que a literatura e a poesia ensinam e transformam – escreveu o artista.

José de Alencar também será homenageado pela União da Ilha – Foto: Reprodução internet

José de Alencar passou recentemente pela Sapucaí, quando a Beija-Flor desfilou com o enredo “Iracema – a virgem dos lábios de mel”, em 2017. Além do romance que inspirou o tema da azul e branco de Nilópolis, o escritor é reconhecido por obras como “O Guarani”, “Lucíola” e “Senhora”.

Já Rachel de Queiroz tem entre os livros publicados “O Quinze”, “Memorial de Maria Moura” e “As Três Marias”. Ela foi a primeira mulher a ingressar na Academia Brasileira de Letras.

Rachel de Queiroz foi a primeira mulher a entrar para a Academia Brasileira de Letras – Foto: Museu da Imagem e do Som/Divulgação

Ceará na Mangueira e na Tuiuti

No ano que vem, o estado nordestino aparecerá em pelo menos outras duas escolas do Grupo Especial. A atual vice-campeã mostrará a história do bode Ioiô, um ilustre personagem cearense, que de tão famoso chegou a ser eleito vereador em Fortaleza. O tema está sendo desenvolvido pelo carnavalesco Jack Vasconcelos.

Na verde e rosa, Leandro Vieira pretende mostrar a relevância de personagens da história do Brasil desconhecidos do grande público. Um deles será Chico da Matilde, jangadeiro que comandou um movimento para acabar com a escravidão no Ceará.

*Foto de capa: Museu da Imagem e do Som / Divulgação

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

6 + 1 =