‘Pra variar’! Carros grandiosos e articulados vão marcar desfile da UPM

Por Luiz Felippe Reis

Catorze escolas de samba atrás de uma vaguinha no Grupo Especial. A disputa na Série A é acirrada e imprevisível, mas não é difícil de acertar que o desfile da Unidos de Padre Miguel é um dos mais esperados. Afinal de contas, são três anos batendo na trave e com carnavais elogiadíssimos, todos com a marca do carnavalesco Edson Pereira.

Pra não decepcionar, a Unidos não deu sopa pro azar e se adiantou na construção de uma apresentação que deve manter a linha grandiosa e cheia de efeitos, que agrada público e jurados. Todas as quatro alegorias preparadas por Edson no barracão, no bairro do Caju, no Centro do Rio, chamam atenção pelo tamanho avantajado e pelo dinamismo nas mecânicas de cada uma.

Benzedeira gigante e cheia de movimentos vai deslizar por trilhos, implantados na segunda alegoria da escola, saindo de um casebre até um caldeirão na parte frontal do carro, que exalta a Umbanda

– O movimento na escultura é uma forma de interagir com o público. Usei desse artifício, sempre funcionou, e em time que está ganhando não se mexe. Teve a menina sonhadora (2014) e outros também, nos anos seguintes. Todas as alegorias trabalham e, além do tamanho, elas interagem com o povo – explicou Edson, que toca o enredo “Ossain – o poder da cura”.

Pássaro sagrado e gigante no abre-alas

Uma escultura que deve ser uma das maiores do ano, até mesmo considerando as do Grupo Especial, está no barracão da Unidos. No abre-alas, um Eyê, o pássaro sagrado de Ossain, chega a atingir 14 metros de envergadura e 12 de altura. Pelas dimensões acanhadas do terreno da vermelho e branco, a imagem ainda não está montada.

Pássaro gigante vai passar perto do público das arquibancadas

Alegoria tem 2400 garrafas pet recolhidas na comunidade da Vila Vintém: ‘Nossa mensagem é de preservar a natureza’

O abre-alas, que mostra a fórmula mais singela de lidar com o poder das ervas, através da maceração, terá pilões, todos articulados, dando mais dinamismo à alegoria já prontinha no barracão. Na decoração do carro, foram usadas 2400 garrafas pet recolhidas na própria comunidade da Vila Vintém, em Padre Miguel, na Zona Oeste do Rio. O pessoal é tão engajado que o número passou do estipulado, e até deu pro carnavalesco posar para umas fotos do Sambarazzo com as que sobraram no almoxarifado.

Esculturas grandes e expressivas são marcas dos carnavais de Edson Pereira.

– Cada carnavalesco tem suas estratégias pra marcar, a minha característica é essa mesmo. A escultura é um ponto vital numa alegoria, e eu valorizo isso – afirmou.

A menina sonhadora (2014), a caveira de bode (2015) e o Dom João (2016)… algumas das esculturas da Unidos de Padre Miguel que fizeram o maior sucesso na Avenida – Fotos: Reproduções/Youtube

 

A Unidos de Padre Miguel será a quinta a desfilar no Sábado de Carnaval, pela Série A.