PT x PSDB? Inocentes terá ‘duelo’ político em alegoria

Por Luiz Felippe Reis

No Brasil, o ano de 2016 ficou marcado pelas brigas do jogo político. Os processos que deram continuidade e execução ao impeachment da então presidente da República Dilma Rousseff (PT) renderam boas sacudidas nos bastidores dos poderes e, claro, invadiram as redes sociais, gerando tretas de proporções federais. ‘Coxinhas’ e ‘mortadelas’ se atacavam a cada novo desdobramento.

A Inocentes de Belford Roxo resolveu entrar nessa história, mas sem tomar partido. É que a escola, que fala sobre os vilões nesse Carnaval, vai brincar com polaridade política nacional, formada por PT (Partidos dos Trabalhadores) e PSDB (Partido da Social Democracia Brasileira), que disputam ‘à tapas’ os votos dos eleitores.

“Por onde andam os heróis do meu Brasil?” é a segunda alegoria da “Caçulinha da Baixada” e vai levar pra Sapucaí tucanos – símbolo máximo do PSDB – e araras-vermelhas, simbolizando, pela cor, o PT.

Sem tomar partido, o carnavalesco Wagner Gonçalves incluiu a política no enredo sobre vilões: ‘Não é nenhuma apologia. Nenhuma homenagem’

Dono do enredo o “Verso do inverso”, o carnavalesco Wagner Gonçalves deixa bem claro que não há na brincadeira qualquer conotação de defesa de um lado ou de outro. A pegada é justamente deixar o público chegar a uma definição de quem é herói, vilão, ou se são todos vilões.

– A gente brinca com a arara vermelha e o tucano. É uma simbologia, politicamente falando. É de uma forma jocosa, muito respeitosa. Elas vêm duelando na Avenida. Esse carro é uma pergunta. Não é nenhuma apologia, nenhuma homenagem. A gente deixa pra quem está vendo tirar as conclusões. A gente não fecha o carro com uma exclamação, a gente fecha com uma interrogação – explicou Wagner, que é o carnavalesco que mais desenvolveu carnavais pela Inocentes na história da escola: este é o quinto tema.

Parte da alegoria 2: “Por onde andam os heróis do meu Brasil?”, integrante do projeto versão 2017 da Inocentes

No carro, as aves serão pessoas fantasiadas e aparecerão na parte traseira da alegoria, que tem como protagonista Macunaíma, um anti-herói brasileiro da literatura indianista de Mário de Andrade.

– E esse Macunaíma tem que ser moderno, precisa dialogar com o que mundo está dialogando hoje, com o momento atual político do nosso país – concluiu.

Há mais de duas décadas – desde 1994 -, políticos do PT e PSDB sempre ficam em 1° e 2° lugares nas eleições presidenciais. Em 1994 e 1998, Fernando Henrique Cardoso (PSDB) venceu Luiz Inácio “Lula” da Silva (PT), que venceu em 2002 e 2006 os tucanos José Serra e Geraldo Alckmin, respectivamente. Em 2010, a petista Dilma Rousseff bateu Serra e repetiu a dose em 2014, contra Aécio Neves.

A Inocentes de Belford Roxo será a terceira a desfilar no Sábado de Carnaval, pela Série A. A tricolor não disputa o Grupo Especial desde 2013.