Por Redação

Dois dos maiores bambas do Brasil estiveram reunidos na Feijoada da Família Portelense no último sábado, 7, na quadra da azul e branco de Madureira, na Zona Norte do Rio.  Os presidentes de honra da Mangueira e da Portela, Nelson Sargento e Monarco, participaram de uma apresentação marcante, que contou também com a participação do rapper Criolo. Prestes a completar 95 anos, o baluarte da verde e rosa ganhou bolo surpresa da diretoria portelense e se emocionou ao receber os abraços dos componentes da anfitriã.

Estreando na Rua Clara Nunes, onde está sediada a Portela,  Criolo também sentiu o carinho do público que lotou o espaço. Ele e Nelson Sargento estão se preparando para sair em turnê pelo Brasil nos próximos meses.

— É uma emoção muito grande cantar na Portela, ainda mais na companhia do seu Nelson Sargento – disse o músico, que voltará a cantar com os membros mais tradicionais da escola no dia 17 de agosto, em São Paulo, num show liderado por Paulinho da Viola.

Nelson Sargento foi recebido carinhosamente por Monarco, presidente de honra da Portela. Criolo, que posa ao lado do bamba mangueirense e do compositor Serginho Procópio, esteve pela primeira vez na sede da chamada “Majestade do Samba” | Foto: Wallace Mendonça/Divulgação

 

Presidente celebra convidados ilustres

Marcando presença na Portela para prestigiar as apresentações da Velha Guarda, de Sargento e de Criolo, a cantora Teresa Cristina deixou um dos camarotes para subir ao palco e participar da homenagem ao ícone da Estação Primeira cantando o clássico “Juízo Final”, de Nelson Cavaquinho.

— Vivemos uma noite histórica! Receber Nelson Sargento, Criolo, Teresa Cristina e tantas outras figuras importantes em nossa quadra só reafirma a importância da Feijoada da Família Portelense. Ver Monarco, Tia Surica e toda a nossa Velha Guarda tão felizes com o carinho do público também é sempre muito emocionante — comemorou o presidente Luis Carlos Magalhães.

No clima do enredo portelense para 2019, que exalta Clara Nunes, a porta-bandeira Lucinha Nobre surpreendeu o público com uma caracterização inspirada na cantora e arrancou aplausos durante exibição, que foi acompanhada pelo mestre-sala Marlon Lamar. A bateria “Tabajara do Samba”, o intérprete Gilsinho e os demais segmentos encerraram a programação com sambas-enredo que marcaram a história da Portela.

Confira a galeria de fotos da Feijoada da Família Portelense!

*Foto de capa: Wallace Mendonça / Divulgação

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

− 1 = 2