Que festança! De conversível, rainha entra na quadra para ser coroada

Por Luiz Felippe Reis

Com pompa de uma verdadeira majestade, Ketula Mello viveu horas para nunca mais esquecer na quadra da Porto da Pedra, em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio. É que neste sábado, 19, a gata foi coroada rainha de bateria do Tigre e recebeu, além da coroa, o carinho e a reverência da comunidade da vermelho e branco, que participou em grande número do evento dedicado exclusivamente à beldade.

ketula-1
Agora é oficial! Neste sábado, 19, Ketula foi coroada rainha de bateria da Unidos do Porto da Pedra – Foto: Irapuã Jeferson

E já que é pra saudar a nova rainha, a diretoria da Porto preparou uma festança digna da mais alta realeza da bateria “Ritmo Feroz”. Para delírio dos súditos, Ketula surgiu na quadra a bordo de um belo conversível azul, que teve como piloto mestre Pablo, para finalmente ocupar o posto à frente dos ritmistas gonçalenses. Danças e rituais afros ajudaram a climatizar a sede minutos antes da celebração.

ketula-4

ketula-5

ketula-3

ketula-2
Levada à quadra de conversível pelo mestre Pablo, Ketula foi recebida na escola com muito axé – Fotos: Irapuã Jeferson

No palco, a majestade recebeu a coroa das mãos do carnavalesco Cahê Rodrigues, da Imperatriz Leopoldinense. Rainha de um reinado vizinho, Raíssa Machado, da Unidos do Viradouro, escola de Niterói, prestigiou a coroação, aprovando a nova realeza do pedaço. Além dela, outras gatas da festa também confraternizaram com Ketula: as musas Charlene Costa, Mylla Ribeiro e Camila Macedo, respectivamente da Beija-Flor, Tuiuti e Viradouro, além da passista-show Elaine Ribeiro e da corte do Carnaval de Niterói. E se não bastasse tanta badalação, pra fechar a noite, Reinaldo, o príncipe do pagode, entrou na festa e encerrou o dia memorável com um show exclusivo para os torcedores da Porto da Pedra.

ketula-6

ketula-7

ketula-8
Rainha da escola, Tia Nicilda deu a faixa de rainha de bateria para Ketula Mello; o carnavalesco Cahê Rodrigues foi quem coroou a nova majestade; tudo sob aprovação de várias gatas do Carnaval carioca – Fotos: Irapuã Jeferson

Dona dos holofotes e das ‘selfies’ da noite, Ketula ficou em estado de graça, mas apesar de todo paparico da diretoria e d recepção carinhosa da comunidade, a rainha deixa claro que nada vai abalar um quesito importante da personalidade dela: a simplicidade.

– Fiquei muito feliz por tudo. Meu retorno é uma retribuição a tudo que eu já dei pela escola. Mas, apesar de tudo isso, não muda nada. Não vai ser uma coroa que vai me mudar, nasci no Carnaval, amo Carnaval. O que eu vou tentar é representar uma rainha de verdade, de comunidade, que a escola merece ter. Rainha de comunidade não é uma rainha marrenta – decretou a majestade, que já adiantou que a fantasia a ser utilizada na Avenida ficará a cargo do estilista Guilherme Alves, e que a roupa precisa ser uma ‘coisa faraônica’.

ketula-10
Ketula reinando com o apresentador Milton Cunha e com o casal de mestre-sala e porta-bandeira Marlon Lamar e Lucinha Nobre – Foto: Irapuã Jeferson

Mesmo como toda energia positiva jogada no ambiente pelos súditos, demonstrados em sorrisos, beijos e abraços de boa sorte, Ketula não fugiu do corriqueiro frio na barriga momentos antes da apresentação oficial. O jeito foi esperar até a hora de reinar à frente dos percussionistas, transformando a ansiedade em exuberância e o nervosismo em samba no pé:

– Toda apresentação é assim, não tem como não ficar nervosa. Passa aquele filme de 12 anos, sendo coroada, eleita num concurso feito para a comunidade. Não tem como. Mas depois que eu piso no palco tudo passa. Tudo o que eu faço é pra agradar a comunidade.

ketula-9
Exercendo a realeza, Ketula mostrou que o samba no pé é um dos principais predicados da nova rainha da Porto da Pedra – Foto: Irapuã Jeferson

O apresentador do evento foi o sempre performático Milton Cunha, o queridinho das ocasiões especiais do samba. Ele, que já viu muita rainha sendo coroada, ficou animado por participar de um instante tão importante para a Porto da Pedra e para Ketula:

– Participo há 34 anos dessas cerimônias. Já vi as maiores rainhas serem coroadas, das famosas às sambistas de fato e de direito. A Ketula é do nosso coração, da nossa família e linda. Fiquei muito feliz com o convite.

milton-cunha-1
Queridinho dos eventos especiais de carnaval, Milton Cunha foi o mestre de cerimônia da coroação de Ketula Mello – Foto: Irapuã Jeferson

A partir de agora, o cara que mais vai conviver com a rainha na quadra, durante os ensaios pelo menos, é o mestre Pablo. Comandante da ‘Ritmo Feroz’, ele tratou de encher a gata de elogios ao constatar o talento nato de Ketula para a realeza.

– A Ketula voltou pro lugar onde nunca deveria ter saído (Ela já foi rainha da Porto da Pedra, de 2001 a 2004). Ela é linda, simpática e todo mundo ama. Ela estava super nervosa, mas quando foi pra frente da bateria, ela mostrou porque ela é rainha da bateria. Ela se sente muito à vontade ali. Parabéns pra ela – felicitou o diretor.

ketula-11
É ela! Ketula ganhou mimos, carinhos e reconhecimento da comunidade no primeiro dia como rainha de bateria – Foto: Irapuã Jeferson