Por Redação

Desde que o prefeito Marcelo Crivella resolveu cortar pela metade a subvenção – passando de R$ 2 milhões a R$ 1 milhão -, há praticamente um mês, as discussões no Carnaval gravitam sobre um mesmo tema: a grana. Os desfiles chegaram até a ficar suspensos, agora são os ensaios técnicos que estão em xeque. Mas pra quem quer fazer bonito em 2018, não há escolha, os trabalhos precisam continuar. É o caso da Tuiuti, que inicia protótipos das fantasias desenhadas pelo carnavalesco Jack Vasconcelos.

O presidente da escola, Renato “Thor” sabe que o trabalho deste ano tende a ser mais difícil que o normal, mas quer mostrar que a Tuiuti pode mostrar força nos desfiles de daqui a sete meses.

– A Paraíso do Tuiuti já começou os seus protótipos, e vamos firmes nessa jornada. É um trabalho firme, incansável, mostrando pra todo mundo que somos uma escola de 64 anos e temos história também – comentou Thor.

Comandante da Tuiuti, “Thor” já projeta Carnaval 2018, mesmo no meio da crise – Foto: Irapuã Jeferson

Samba encomendado não foi por contenção financeira, garante “Thor”

A Tuiuti foi a única escola do Grupo Especial a não realizar as eliminatórias de samba, e até por isso foi a primeira a apresentar a obra aos torcedores e ao público. Mas não pra economizar, garante o presidente. A medida foi muito mais um gesto de afeto do dirigente aos compositores da ala. Ele vê como forma de consideração poder dar a essas pessoas que já o acompanham por 17 anos, o prazer de compor a trilha sonora que a escola levará pra avenida o ano que vem.

O samba foi composto por Cláudio Russo, Moacyr Luz, Dona Zezé, Aníbal e Jurandir. Os três últimos estão com “Thor” na Tuiuti há 17 anos e se juntaram à dupla Claudio Russo e Moacyr Luz para a criação da obra oficial de 2018.

Em plenária realizada há dois meses pela Liesa – a liga que comanda o Grupo Especial do Rio de Janeiro – ficou definido, como de costume, que a escola campeã da Série A – o Império Serrano – abre os desfiles de Domingo de Carnaval. A Paraíso do Tuiuti que foi a última colocada em 2017, mas que não foi rebaixada pela alteração do regulamento em virtude dos acidentes no Sambódromo, vai encerrar o dia de abertura do Grupo Especial. A Unidos da Tijuca, 11ª colocada, abre o Carnaval da Segunda-feira.

O sorteio da ordem de desfile das escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval carioca de 2018 acontece no próximo sábado, 15, durante a quarta edição da Carnavalia Sambacon, a feira de negócios do Carnaval, no Centro de Convenções Sulamérica, na Cidade Nova.

Lembrando que, após o sorteio, as escolas têm alguns minutos para fazer trocas entre si dentro do dia estabelecido de desfile, caso entrem num acordo.

“Meu Deus! Meu Deus! Está extinta a escravidão?”, de Jack Vasconcelos, é o enredo da Tuiuti.

Colaborou: Irapuã Jeferson

 

 

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

52 − = 46