Por João Paulo Saconi e Irapuã Jeferson

O Salgueiro preparou uma festança para a final de samba na madrugada desta quinta-feira, 12, mas um problema sério de falta de energia na quadra, que fica no Andaraí, no Rio de Janeiro, obrigou a escola a pensar num plano B para o evento acontecer.

Após quase duas horas de apagão – a concessionária Light foi acionada para tentar restabelecer a luz na quadra -, a direção da vermelho e branco decidiu realizar o evento na área externa da quadra, onde funciona a Vila Olímpica salgueirense. A energia elétrica voltou à quadra por volta das 4h15.


A escola contratou um carro de som para que as parcerias finalistas pudessem apresentar seus sambas candidatos a hino do Carnaval 2018 do Salgueiro.

Diretor de carnaval da Liesa, Elmo José dos Santos ajudou a resolver o problema.

– Eu que dei essa ideia pra presidente, de fazer no campo, pra não perder a noite. O público tá todo aí agora. Tentei arrumar um gerador, mas não consegui, então vamos com o carro de som – disse o dirigente ao Sambarazzo.

Viviane Araújo lamenta apagão

Rainha de bateria da agremiação, Viviane Araújo ficou chateada com a falta de luz.

– Esse problema atrapalhou porque o Salgueiro preparou um grande espetáculo, com todos os sambas antigos. Nosso coreógrafo, Carlinhos, tinha preparado um lindo espetáculo. Mas a empolgação ninguém perdeu, mesmo com a falta de luz. Vamos fazer uma micareta agora – declarou Viviane, já que vai sambar com a escola no alto do carro de som contratado às pressas para a final.

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

78 − 70 =