Por Luiz Felippe Reis

Apaixonada pelas escolas de samba, a cantora mirim Giovana Galdino, de 10 anos, estava com tudo certo para brilhar ao lado de Neguinho da Beija-Flor na faixa oficial da agremiação no CD do Grupo Especial de 2018. A menina que conquistou o Brasil no “The Voice Kids”, da TV Globo, em 2017, contava com a aprovação da comunidade e do diretor de carnaval Laíla, mas questões burocráticas junto ao Juizado da Infância e da Juventude impediram que o talento prodígio cantasse com a representante de Nilópolis.

Com o sucesso do samba da Beija-Flor, ainda nos tempos de concorrente, com a voz de Giovana Galdino, Laíla fez questão de contar com o talento da menina – Foto: Arquivo pessoal

Para que a participação de Giovanna fosse efetivada teria que haver um requerimento – e a posterior aprovação – de um alvará judicial de autorização ou participação pra menores de 16 anos, o que, segundo o departamento jurídico da gravadora do CD, era inviável fazer pelo curto prazo disponível, cerca de 10 dias, a partir da data da escolha do samba até a gravação nos estúdios.

Convidada por várias parcerias de compositores neste ano, a mãe de Giovana Galdino, Maria Thereza Borges, que também é cantora, escolheu entrar de cabeça no samba do time de Di Menor BF, Kiraizinho, Diego Oliveira, Bakaninha Beija Flor, JJ Santos, Julio Assis e Diogo Rosa. Com o sucesso da obra, antes mesmo da final do concurso, Giovana começou a ser cogitada para estar numa eventual gravação.

Com a vitória arrebatadora da trilha sonora no dia 20 de outubro, a possibilidade ganhou força, e o diretor de carnaval Laíla topou o desafio de contar com Giovana Galdino no disco. Mas sem tempo suficiente para cumprir as exigências legais necessárias para obter o alvará, a Beija-Flor teve que abrir mão da participação menina.

– Todo mundo ficou desapontado, o Laíla ficou desapontado. Mas eu agradeço do fundo do coração pela chance. Foram questões burocráticas, ela ficou desapontada, mas tem uma vida inteira pela frente. Todo mundo diz que 2018 é o ano dela – disse Maria Thereza, mãe de Giovana, que é uma das cantoras do carro de som da Mangueira do Amanhã, escola mirim da verde e rosa.

Gioavana canta na Mangueira do Amanhã, seguindo os passos da mãe, Maria Thereza Borges, também cantora de samba-enredo – Foto: Arquivo pessoal
Por falta de tempo para regularizar a participação de crianças do CD do Grupo Especial, Giovana e Guilherme ficaram de fora da faixa da Beija-Flor – Foto: Reprodução/Facebook

Giovana canta o samba da Beija-Flor versão 2018:

Giovana Galdino encantou mangueirenses

Em fevereiro deste ano, pouco antes dos desfiles na Avenida, a pequena cantora surgiu – encantando quem ouvisse – interpretando o samba-enredo da Mangueira de 2017. O vídeo viralizou entre os mangueirenses e conquistou sambistas em geral.

 

NENHUM COMENTÁRIO

Deixe uma resposta

1 + 8 =