Tristeza da Alegria da Zona Sul! Escola estoura tempo em um minuto: ‘Um décimo decide resultado’

Por Eduardo Senra

Segunda escola a desfilar na primeira noite reservada às escolas de samba da Série A, a Alegria da Zona Sul fechou sua passagem pelo Sambódromo carioca com ares de tristeza. A vermelho e branco estourou o tempo de desfile – ela cruzou o portão da dispersão quando os relógios marcavam 56 minutos de apresentação.

O regulamento da Lierj, a liga responsável pelos desfiles do grupo de acesso, determina que cada escola cruze a pista em 55 minutos. Um décimo é descontado da agremiação por minuto excedente. O tempo mínimo é de 45 minutos.

Apesar do problema, o diretor de harmonia Greg Tavares ainda sonha com o título:

— Um décimo hoje decide resultado, decide um campeonato. O que vale é qjue a escola veio com um carnaval que emocionou a Sapucaí, acho que poucos acreditavam. Não acho que esse um décimo vá tirar a gente da briga. Não adiantava a gente correr e perder ponto em outros quesitos.

A Alegria da Zona Sul desfilou com o enredo “Saravá umbanda”, que narra a história da religiosidade e da fé através da figura de um preto velho.