Sem escola na temporada, Mestre Marcão promete não ficar de fora: ‘Até pra empurrar carro eu ajudo’

Por Ângelo Mathias

Desde que mestre Marcão foi retirado, em dezembro do ano passado, do comando da bateria do Salgueiro, posto que ocupava há 14 carnavais, o povo do samba está curioso pra saber em que escola o premiado diretor de percussão vai atuar nesta temporada.

Na última segunda, 14, ele publicou um vídeo no qual agradecia pela recepção calorosa que teve ao aparecer no ensaio técnico da escola paulistana Império de Casa Verde, no Sambódromo do Anhembi. Ao Sambarazzo, Marcão deixou claro que estava à frente da bateria, mas somente no papel de convidado, e que a função de mestre da agremiação segue nas mãos de Zoinho.

Vestiu a camisa! Mestre Marcão abrilhantou o ensaio técnico da Império de Casa Verde, no Sambódromo do Anhembi, em São Paulo, no último fim de semana: ‘Sou coadjuvante’ – Foto: Reprodução/Instagram

“Até pra empurrar carro eu ajudo”, diz mestre Marcão

— A experiência foi única, mas o mestre é ele, só faço participação. Ele me deixou na frente da bateria pelo respeito e o carinho que um tem pelo outro. Queria que eu dividisse esse momento com ele, pelo que eu estava passando aqui (no carnaval do Rio), mas isso é página virada. A escola me aplaudiu, a família “Barcelona do Samba” (apelido da bateria) e o presidente Alexandre Furtado me receberam de braços abertos, só tenho a agradecer. Estarei com eles nos ensaios e no desfile, mas sou coadjuvante, o mestre é o Zoinho — revelou Marcão.

Quando questionado se estava de mudança para o carnaval de São Paulo, Marcão foi enfático:

— Só me mudo pra lá, se tiver alguma proposta. Vou deixar o Carnaval acabar, pra não ter especulação. Por enquanto, estou focando em ajudar. Até pra empurrar carro eu ajudo.

Fez história! Mestre Marcão comandou a salgueirense ‘Furiosa’ por 14 carnavais – Foto: Gabriel Santos/Riotur

“Não serei espectador”, declarou Marcão

Admirado e querido por vários colegas do Grupo Especial do Rio, Marcão foi convidado por muitos mestres a desfilar apresentando suas baterias na Marquês de Sapucaí este ano. Entre eles, os igualmente consagrados Ciça (Viradouro) e Casagrande (Unidos da Tijuca).

— Não serei espectador! Os mestres me convidaram pra desfilar com eles. Lolo (Imperatriz), Wesley (Mangueira), Fafá (Grande Rio), Casagrande (Tijuca), Ciça (Viradouro), Keko (União da Ilha) e Caliquinho (São Clemente). Vou fazer das tripas coração, e tentar estar em todas. E não tenha dúvidas, estarei pra somar, ajudando eles como der — prometeu Marcão.

Vai jogar nas 11!

Além de corresponder ao chamado dos amigos do Carnaval carioca, o Anhembi também vai contar com a presença do ex-líder dos percussionistas salgueirenses. Ele ainda vai tentar atender chamados da Mocidade Alegre, que tem no comando da bateria mestre Sombra, da Dragões da Real (mestre Tornado), da Rosas de Ouro (mestre Rafa), além da Império de Casa Verde.

— Quando você é bem quisto, você tem família e amigos em todos os lugares. Só tenho a agradecer a todos pelo carinho – concluiu.

Tá com moral! Marcão foi convocado a desfilar com amigos que o samba deu ao mestre, nos carnavais do RJ e de SP. Casagrande, da Tijuca, foi o primeiro a convidar o colega de ofício – Foto: Gabriel Santos/Riotur Montagem: Sambarazzo

Até o fechamento desta reportagem, mestre Marcão havia sido convidado a abrilhantar o desfile de 11 escolas de samba: sete na Sapucaí (Rio de Janeiro) e quatro no Anhembi (São Paulo).

Leia também!